A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

15/05/2016 10:26

Acusado de matar inquilino diz que sofria ameaças e agiu para proteger família

Michel Faustino
Francisco da Silva Xavier, 46 anos, foi preso em flagrante na noite deste sábado. (Foto: Edição de Notícias)Francisco da Silva Xavier, 46 anos, foi preso em flagrante na noite deste sábado. (Foto: Edição de Notícias)

Francisco da Silva Xavier, 46 anos, preso na noite de sábado (14), acusado de matar Gilvan Barbosa dos Santos, 38 anos, disse à polícia que estava sendo ameaçado pela vítima e cometeu o crime para se defender e proteger a família. O caso aconteceu na cidade de Coxim, a 260 quilômetros de Campo Grande.

Segundo o jornal Edição de Notícias, o acusado relatou que descobriu que Gilvan estava usando o quarto como ponto de tráfico de drogas e por conta disso pediu para que ele saísse do imóvel. Francisco contou que desde então ele começou a receber ameaças. “Ele dizia que eu era cagueta e por isso iria me matar e minha família” disse.

O acusado alegou que procurou o inquilino para conversar, porém ao avista-lo, Santos fez gesto que iria pegar algo na cintura, momento em que ele foi pra cima da vítima.

“Ou era ele ou eu, fiz para me defender e proteger meu filho, minha nora, meus sobrinhos e minha netinha” finalizou ele.

Xavier será levado para o Estabelecimento Penal Masculino de Coxim e vai responder por homicídio qualificado por motivo fútil.

Caso – O crime ocorreu por volta das 21 horas deste sábado em um quarto de aluguel, localizado na rua Do Engenho, no centro de Sonora.

O corpo de Gilvan Barbosa dos Santos foi encontrado por moradores dos quartos vizinhos que acionaram a polícia e relataram que avistaram um Fiat Uno, cor prata, saindo do local em alta velocidade.

Santos estava caído com várias perfurações no corpo, principalmente no rosto e no pescoço e com uma faca suja de sangue na mão. Conforme os peritos, a vítima foi golpeada pelo menos 20 vezes.

Ao analisarem o local os investigadores logo constataram que a cena do crime estava alterada e suspeitaram que a vítima poderia ter sido assassinada com a própria faca que tinha na mão, colocada ali propositalmente.

Ao apurarem os fatos, os investigadores receberam a informação de que Xavier, dono dos quartos de aluguel, possuía um Fiat Uno com as mesmas características e que ele havia estado no local durante a tarde com o referido veículo acompanhado de um homem que desejava comprar o imóvel.

Horas depois, o veículo foi interceptado pela PRF (Policia Rodoviária Federal) na BR 163 sentido a cidade de Cóxim. O condutor, Francisco da Silva Xavier, 46 anos, foi autuado em flagrante por suspeita de cometer o crime e conduzido para a delegacia de Polícia Civil.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions