A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 22 de Junho de 2017

03/03/2012 16:22

Acusados de pistolagem, pai e filho são condenados em Mundo Novo

Viviane Oliveira
A dupla é investigada também por outros homicídios ocorridos em Mundo Novo, e que envolvem em sua maioria, usuários de drogas.A dupla é investigada também por outros homicídios ocorridos em Mundo Novo, e que envolvem em sua maioria, usuários de drogas.

O pintor Pedro Damião Neto, 48, foi condenado a 17 anos de prisão e seu filho de 22 anos, Giovane Miguel Damião, a 22 anos pelo assassinato de Henrique Mendonça, de 37 anos, em setembro de 2010.

Eles foram julgados, ontem (2), no plenário do fórum da comarca de Mundo Novo, cidade distante 476 quilômetros de Campo Grande.

A defesa dos dois negou a autoria do crime, pois um jovem, que está preso em Guaíra (PR), havia confessado o crime, durante depoimento em plenário. Os jurados não se convenceram da tese da defesa e seguiram o raciocínio do representante do Ministério Público.

A dupla é investigada também por outros homicídios ocorridos em Mundo Novo, e que envolvem em sua maioria, usuários de drogas.

Crime - A polícia foi acionada na madrugada do dia 17 de setembro de 2010 para atender a ocorrência de uma pessoa que havia sido vítima de disparo de arma de fogo, em uma lanchonete na Avenida JK, próximo a um posto de combustível.

Ao chegar ao local a vítima que tinha sido alvejada por vários disparos de pistola nove milímetros, já estava morta. Testemunhas informaram que a vítima estava tomando cerveja com alguns amigos, quando dois homens chegaram ao local de motocicleta e sem tirar o capacete o garupa atirou contra a vítima.

Na casa do pintor, a polícia encontrou três armas, inclusive a pistola utilizada na execução. Ele e o filho foram presos e conduzidos ao presídio de Dois Irmãos do Buriti, onde permaneceram até a data do júri.

Homem fica em estado grave ao atirar na ex-mulher e tentar se matar
Um homem de 50 anos tentou se matar, atirando na própria cabeça após disparar tiros contra a sua ex-mulher, de 46 anos. O caso aconteceu em Laguna Ca...
Após ficar em coma por AVC, acusada de homicídio vai para regime domiciliar
Denunciada e presa por homicídio, e apontada pelo MPE (Ministério Público Estadual) como uma das líderes do tráfico em Sonora (a 364 quilômetros de C...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions