ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  04    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Ao tentar esconder celular, preso fica com braço entalado em ralo por 7 horas

Por Renata Volpe Haddad | 18/01/2017 06:56
Detento ficou com braço preso no ralo de cela por mais de 7 horas. (Foto: Tá na Mídia Naviraí)
Detento ficou com braço preso no ralo de cela por mais de 7 horas. (Foto: Tá na Mídia Naviraí)

Alexandre Dias da Silva, 32 ficou mais de sete horas com o braço preso no ralo do banheiro da cela onde estava, após tentar esconder um aparelho celular. O caso aconteceu ontem à tarde (17) na cadeia pública de Ivinhema, distante 282 km de Campo Grande.

Segundo informações do site Tá na Mídia Naviraí, os colegas de cela avisaram a Polícia Civil depois dele ficar quatro horas com o braço entalado. Eles afirmaram que não acionaram os policiais antes, pois tentaram soltar o colega, mas não conseguiram.

A Polícia Militar foi acionada para dar apoio na transferência dos demais presos que estavam no local para outra cela, e o Corpo de Bombeiros precisou ser chamado para tirar o braço de Alexandre do ralo.

O detendo informou que prendeu o braço por estar tentando limpar o ralo, mas em volta dele, havia muita terra e pedaços de concreto e junto a isso, os policiais encontraram um celular. Para tirar o braço de Alexandre, foi necessário quebrar o chão e só depois retirar o ralo do corpo do detento. O trabalho durou mais de três horas.

Ele foi transferido para outra cela e em checagem no local, os policias constataram que embaixo do chão, já havia sido retirado muito terra, o que leva a crer que Alexandre estava cavando um túnel para fugir. A cela foi isolada.

Nos siga no Google Notícias