A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

08/03/2016 15:32

Após operação do Gaeco, presidente limita diárias, menos para vereadores

Em portaria assinada no fim do mês passado, presidente da Câmara de Rio Brilhante suspendeu todas as diárias pagas a chefes de gabinete; cinco vereadores da cidade são investidos pelo MP

Helio de Freitas, de Dourados
Sérgio Rigo está entre vereadores investigados por farra das diárias (Foto: Divulgação)Sérgio Rigo está entre vereadores investigados por farra das diárias (Foto: Divulgação)

Alvo de investigação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) por suspeita de fraude em pagamento de diárias, a Câmara de Rio Brilhante, cidade a 163 km de Campo Grande, limitou o pagamento do benefício, mas a medida tomada pelo presidente da Casa, Sergio Carlos Martins Rigo, não atinge os vereadores.

Em portaria publicada no fim do mês passado, assinada também pelo primeiro-secretário Giancarlo Mariano da Rocha, a Mesa Diretora da Câmara suspendeu a concessão de diárias aos servidores nomeados para o cargo de chefe de gabinete parlamentar. A medida vale até o dia 31 de julho deste ano.

Sob investigação – Sergio Rigo e Giancarlo da Rocha estão entre os cinco vereadores investigados pelo Gaeco por suspeita de farra das diárias. No dia 24 de fevereiro, o grupo especial fez buscas na Câmara e na casa dos investigados. Os policiais e promotores passaram nove horas na sede do Legislativo. Os vereadores investigados foram levados à sede do Ministério Público para depoimento.

Em nota, o Gaeco informou que além dos cinco vereadores, um servidor da Câmara também está sendo investigado. “A investigação tem por objeto apurar eventual prática de desvio de verba pública, consubstanciada em recebimentos indevidos de diárias pelos vereadores e servidores do Poder Legislativo daquele município”, disse o MP, no dia da operação.

Segundo o Gaeco, as seis pessoas conduzidas coercitivamente foram as que mais receberam diárias de 2013 até o final de 2015. Os valores não foram divulgados. Ainda de acordo com o grupo especial, documentos apreendidos nas buscas estão sendo periciados.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions