ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, TERÇA  24    CAMPO GRANDE 25º

Interior

Balneário volta a operar em 15 dias, depois de ponte ser reconstruída

Prefeitura estima prejuízos causados pelas chuvas que super os R$ 10 milhões

Por Kleber Clajus | 04/03/2018 16:11
Homens trabalham na reconstrução de ponte que dá acesso ao Balneário Municipal (Foto: Lucimar Couto)
Homens trabalham na reconstrução de ponte que dá acesso ao Balneário Municipal (Foto: Lucimar Couto)

O Balneário Municipal de Bonito, a 257 quilômetros de Campo Grande, poderá ser reaberto em até 15 dias, a partir da conclusão dos reparos em ponte que dá acesso ao local. Homens trabalhavam, neste domingo (4), para acelerar o processo, enquanto danos causados pela chuva em fevereiro ainda postergam a reabertura de atrativos como da Ilha Bonita e do Sol.

Para o diretor de Turismo do município, Marcelo Gil da Silva, com a retomada do acesso ao balneário será possível estimar prejuízos na infraestrutura e iniciar os reparos. "Em menos de uma semana não abre, talvez em 15 dias", ressaltou ao Campo Grande News.

Desde as chuvas em fevereiro, que ultrapassaram a média histórica, os atrativos turísticos de Bonito enfrentam dificuldades de acesso ou mesmo operam parcialmente. Equipes da prefeitura utilizaram retroescavadeiras para melhorar a drenagem das estradas. Ponte na MS-178 também passava hoje por reparos em sua cabeceira e troca do madeiramento. Veja o vídeo:

No Aquário Natural, por exemplo, estão sendo reabertas novas trilhas. Ao menos quatro de sete cachoeiras recebem turistas na Estância Mimosa, com passarelas e decks danificados devido a cheia do Rio Mimoso.

A Boca da Onça Ecotur tem apenas dois de quatro pontos de banho abertos ao público. Nascente Azul, Rio e Barra do Sucuri operam normalmente.

Com prejuízo superior a R$ 10 milhões, entre perdas da prefeitura e de particulares, foram solicitados aos bancos do Brasil e Caixa Econômica Federal uma extensão do prazo para o pagamento de financiamentos contratados pelos donos de atrativos turísticos e alocação de novos recursos para reconstruir estruturas físicas danificadas por enchentes, especialmente do Rio Formoso. Por ano, somente os passeios geram receita de R$ 64 milhões a Bonito.

Ponto para banho na Boca da Onça (Foto: Lucimar Couto)
Ponto para banho na Boca da Onça (Foto: Lucimar Couto)
Cachoeira e sol neste fim de semana (Foto: Lucimar Couto)
Cachoeira e sol neste fim de semana (Foto: Lucimar Couto)
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário