A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 27 de Junho de 2019

22/05/2019 07:29

Batalhão de Choque chega a presídio de Dourados para controlar motim

Força policial vai auxiliar agentes em pente-fino nos blocos 4 e 2, onde há suspeita que de um túnel estaria sendo escavado

Helio de Freitas, de Dourados
Policiais do Batalhão de Choque da PM entram na Penitenciária de Dourados, às 6h56 de hoje (Foto: Adilson Domingos)Policiais do Batalhão de Choque da PM entram na Penitenciária de Dourados, às 6h56 de hoje (Foto: Adilson Domingos)

Homens do Batalhão de Choque da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul entraram há pouco na PED (Penitenciária Estadual de Dourados), onde presos ligados ao PCC (Primeiro Comando da Capital) iniciaram motim nesta terça-feira (21) para impedir os agentes penitenciários de vistoriarem as celas. Há suspeita de um plano de fuga nos blocos 2 e 4. Até um túnel estaria sendo escavado, segundo fontes de dentro do presídio.

O reforço na segurança foi determinado na tarde de ontem pelo secretário estadual de Justiça e Segurança Pública Antonio Carlos Videira para auxiliar os agentes penitenciários em um pente-fino que será feito nesta manhã nos dois blocos para tentar descobrir o suposto túnel e apreender armas.

Os policiais chegaram por volta de 6h40 ao presídio, em um ônibus da PRF (Polícia Rodoviária Federal). Em seguida entraram na unidade, levando equipamentos e cães farejadores.

A reportagem apurou que o clima de tensão começou logo na manhã de ontem, após os agentes identificarem o plano de fuga. A equipe tentou entrar nas celas para fazer o chamado “confere”, mas foi impedida pelos presos. Com pedras, facas artesanais e jogando água quente eles impediram a entrada dos agentes.

Por medida de segurança, os agentes deixaram o local e todo o bloco 4 foi trancado. No fim da tarde, foi interrompido o fornecimento de água e energia para esse bloco, onde estão pelo menos 140 presos.

Inicialmente havia informação de que os presos estavam fora das celas, mas a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) negou o motim e disse que a situação estava sob controle.

“A Agepen não confirma a informação de motim na Penitenciária Estadual de Dourados e destaca que a situação no local está sob controle no momento, com os internos trancados em suas celas”, informou, em nota.

Já a Secretaria de Justiça e Segurança Pública confirmou ao Campo Grande News que medidas estavam sendo adotadas para reforçar a segurança da penitenciária e também das imediações.

Maior presídio de Mato Grosso do Sul, a PED – localizada na margem da BR-163, na saída para Campo Grande – tem pelo menos 2.500 internos.

Veja abaixo as imagens da chegada do Batalhão de Choque ao presídio de Dourados:



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions