A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

10/07/2016 11:47

Batida policial acaba com festa regada a ecstasy e LSD em chácara

Michel Faustino
Drogas sintéticas apreendidas pela PM durante a festa. (Foto: Celso Daniel)Drogas sintéticas apreendidas pela PM durante a festa. (Foto: Celso Daniel)

O Getam (Grupo Especializado Tático de Ações Motorizadas) da Polícia Militar apreendeu dezenas de drogas sintéticas de alto poder alucinógeno – Ecstasy e LSD – em uma festa de música eletrônica, na madrugada deste domingo (10), em um chácara na rodovia BR-262, em Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande. As organizadoras do evento – cinco mulheres –foram levadas à delegacia para esclarecimento dos fatos.

Segundo informações da TVC, os militares encontraram comprimidos de ecstasy e micropontos de LSD – drogas de alto poder alucinógeno, mais caras que cocaína, maconha e crack, também encontradas na chácara, e usadas mais frequentemente em festas do tipo. O evento também foi interditado porque os bombeiros consideraram a estrutura do palco irregular.

Na delegacia, as organizadoras alegaram desconhecer o uso de drogas e que possuíam alvará do evento. O anúncio para a festa foi feito em uma página do Facebook, com ingressos de R$ 40 a R$ 60 em pontos de venda de cidades de Mato Grosso do Sul e de São Paulo.

O anúncio informa que a entrada de menores de 18 anos seria proibida. Porém, dois adolescentes, de 16 e 17 anos, foram apreendidos na chácara, que fica na margem direita da rodovia BR-262, no sentido Três Lagoas-Brasilândia.

O flagrante ocorreu através de monitoramento feito por conselheiros tutelares da cidade em redes sociais em que a festa era anunciada. Os conselheiros receberam informações sobre as drogas e teriam avisado o Ministério Público para acionarem a PM.

A ação teve a participação de conselhos e de PMs da Rotai (Rondas Ostensivas e Táticas do Interior), Agência Local de Inteligência e Getam (Grupamento Especializado Tático de Ações Motorizadas), todos subordinados ao comando da Polícia Militar.

O dono das drogas, segundo os PMs, teria conseguido fugir do local no momento da operação e abandonado os entorpecentes. (Com informações de Celso Daniel)

Polícia carioca pede extradição de traficante preso no Paraguai
A extradição do traficante Marcelo Fernando Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto, preso na cidade de Encarnación, no Paraguai, perto da fronteira com Mat...
Uems recebe inscrições em seleção para cursos de Educação à Distância até dia 22
Seguem abertas até 22 de dezembro as inscrições no processo seletivo de cursos de graduação e pós-graduação, na modalidade EaD (Educação à Distância)...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions