A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

06/12/2010 10:38

Câmara de Dourados recorre ao TJ para eleger novo presidente

Aline dos Santos

A Câmara de Dourados vai ingressar hoje com um recurso no TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) contra a decisão do juiz João Mathias Filho, da 6ª Vara Cível de Dourados, que manteve a prefeita interina Délia Razuk (PMDB) na presidência do Legislativo.

De acordo com o procurador geral da Câmara, Alexandre Magno, a Lei Orgânica do Município e Regimento Interno prevêem que eleita em setembro deste ano, Délia só poderia continuar na presidência da Câmara até o final de dezembro, quando uma nova Mesa Diretora seria eleita.

Conforme o Dourados Agora, a legislação determina que a eleição em cargo vago sirva apenas para completar o mandato em vigência. Délia foi eleita após a prisão do então presidente Sidlei Alves.

Já o procurador-geral do município, Sérgio Henrique Pereira Martins de Araújo, afirma que não há mandato tampão porque Délia não foi eleita para o comando do Legislativo diante da vacância do cargo de presidente da Câmara Municipal, mas, em virtude da renúncia de toda Mesa Diretora.

Com as renúncias do prefeito eleito Ari Artuzi e do vice Carlinhos Cantor, Dourados terá novas eleições municipais. Artuzi e Cantor foram presos na operação Uragano, da PF (Polícia Federal), que revelou esquema de pagamento de propina na prefeitura e Câmara. Eles foram soltos na semana passada, um dia depois de desistirem dos cargos.

Marun ainda quer votar relatório da JBS antes de posse no ministério
Na véspera de ser empossado como ministro da Secretaria de Governo, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), relator da Comissão Parlamentar Mista de Inqué...
Senado aprova R$ 1,9 bi a estados para compensar desoneração de exportações
Após suspender a sessão do Congresso Nacional, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), retomou os trabalhos do plenário da Casa com o obj...
Temer discutirá data de votação da reforma da Previdência nesta quinta
O anúncio do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), de que a votação da proposta de reforma da Previdência ficará para fevereiro causou r...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions