ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 25º

Interior

Carro roubado após execução é abandonado por pistoleiros em fuga

Por Nyelder Rodrigues | 24/01/2017 19:31
O veículo roubado foi recuperado e levado ao pátio da 1ª DP (Foto: Tião Prado/Ponta Porã Informa)
O veículo roubado foi recuperado e levado ao pátio da 1ª DP (Foto: Tião Prado/Ponta Porã Informa)

Foi encontrado na Vila Reno, em Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande -, o carro roubado durante a fuga dos pistoleiros que executaram nesta tarde de terça-feira (24) Ezequiel Romeiro Espizona, de 29 anos. O crime foi cometido por quatro homens que estavam em um Chevrolet Onix de cor vermelha.

Durante o atentado contra Ezequiel, eles bateram o carro na camionete onde estava a vítima. Para fugir, eles roubaram um Fiat Siena de cor prata, onde estava uma pessoa que estava entrando no Siena.

De acordo com o site Ponta Porã Informa, a Polícia Civil colheu informações sobre o carro e seguiu as buscas por ele. Os quarteto de pistoleiros fugiu sentido Pedro Juan Caballero, no Paraguai, mas acabaram retornando, já que a polícia paraguaia também estava a par da situação. No caminho, eles acabaram abandonando o veículo, já recuperado.

Os quatro suspeitos ainda não foram identificados e estão sendo procurados. A vítima, Ezequiel Romeiro, usava documentos em nome de Victor Hugo Colman. Ele morava em Campo Grande e matou duas pessoas em uma emboscada no dia 12 de agosto do ano passado, no bairro Nova Lima.

No caso, Ezequiel, que nasceu no Paraguai, matou Magno Gauber Guimarães e Ailton Márcio de Oliveira Ferreira, ambos com 32 anos de idade na época, com tiros de pistola 9 mm. A dupla seria integrante de facções criminosas.

Execução de hoje - Na manhã de hoje, Ezequiel conduzia uma caminhonete Toyota Hilux SW4 prata, com placa de Ponta Porã, quando foi cercado por quatro pistoleiros, sendo alvejado com 30 tiros de pistola 9 mm e quatro de fuzul 7.62. Enquanto tentava fugir, ele atropelou o motociclista Mezadeque dos Santos Almeida, de 25 anos.

A moto parou embaixo da caminhonete e o motociclista foi levado em estado grave para o Hospital da Vida, em Dourados, onde permanece internado. Outros dois homens estavam na Hilux. Um deles fugiu e o outro, identificado como Júlio Gamarra Garcia, de 33 anos, foi atingido de raspão.

Segundo o Ponta Porã Informa, o delegado que cuida do caso, Lucas Soares Caires, da 1ª DP (Delegacia de Polícia Civil) de Ponta Porã, frisou que Ezequiel morreu ao ser atingido por três das dezenas de tiros. Um deles acertou a cabeça, enquanto outro passou de raspão na barriga e outro acertou o joelho.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário