A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

06/06/2016 09:39

Chuva na cabeceira faz nível do rio Miranda subir e desabrigada família

Renata Volpe Haddad
Uma família ribeirinha com oito pessoas foi desalojada neste domingo (5). (Foto: Ronaldo Martins)Uma família ribeirinha com oito pessoas foi desalojada neste domingo (5). (Foto: Ronaldo Martins)

O nível do rio Miranda está subindo desde o dia 1 de junho e atinge nesta segunda-feira (6) a marca de 6,80 metros, nível de alerta. Uma família com oito pessoas ficou desabrigada no domingo (5) e precisou ser retirada da residência ribeirinha.

Segundo informações do coordenador da Defesa Civil de Miranda, Roberto Lopes Ferreira, o nível do rio está subindo de 4 a 5 centímetros por dia. "A água das chuvas na cabeceira, que é em Jardim e Bonito, chegou em Miranda na semana passada e desde então, o rio continua subindo", informa.

Se não parar de chover, mais três famílias podem ser desabrigadas. "Aqui a chuva deu uma trégua e precisa parar de chover na cabeceira, se isso acontecer, até semana que vem a família que está alojada no estádio municipal retorna para casa, se não, a defesa civil vai tirar mais gente", alega.

Conforme a sala de situação do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de MS) no último boletim divulgado no dia 3 de junho, o nível marcava 5,74 metros, o que significa que em três dias, subiu um metro, entrando em alerta.

A maior cheia do rio Miranda foi registrada em maio de 1992, quando chegou ao nível de 7,90 metros.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions