A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

10/03/2016 09:45

Nível do rio Miranda continua subindo e mais uma família é desabrigada

Renata Volpe Haddad
Rio Miranda está em cota de emergência e atingiu na tarde de ontem (9), 7,61 metros. (Foto: Ronaldo Martins)Rio Miranda está em cota de emergência e atingiu na tarde de ontem (9), 7,61 metros. (Foto: Ronaldo Martins)

Nesta quinta-feira (10) o nível do rio Miranda atinge os 7,59 metros, conforme a Sala de Situação do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul). Com a cheia, mais uma família teve que ser desabrigada em Miranda, distante 201 km de Campo Grande.

A Sala de Situação alerta que o nível do rio atingiu o pico ontem (9) com 7,61 metros, ultrapassando o nível registrado no dia 17 de janeiro deste ano, continuando acima da cota de emergência.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil do município, Roberto Lopes Ferreira, na tarde de ontem o nível registrado passou dos 7,60 metros, mas sem nenhum problema maior. "Mas hoje já baixou um pouco e está estabilizado e a tendência é manter assim por uns dias", alega.

Conforme Ferreira, voltou a chover na cabeceira do rio e a água demora cinco dias até chegar no município. "Com isso, esperamos que o nível possa atingir até 7,65 metros, mas temos que esperar", explica.

No Parque de Exposições, são 53 pessoas de nove famílias desabrigadas. Três famílias estão desalojadas e estão em casas de parentes. Na terça-feira (8), a Defesa Civil retirou de casa cinco pessoas de uma mesma família.

A maior cheia do rio Miranda foi registrado em maio de 1992, quando chegou ao nível de 7,90 metros.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions