A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

08/03/2016 12:02

Nível do rio Miranda sobe mais 8 cm e continua acima da cota de emergência

Renata Volpe Haddad
Nível do rio Miranda atinge 7,52 nesta terça-feira (8). (Foto: Ronaldo Martins)Nível do rio Miranda atinge 7,52 nesta terça-feira (8). (Foto: Ronaldo Martins)

O nível do rio Miranda atinge nesta terça-feira (8) 7,52 metros segundo os dados da Sala de Situação do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul). Conforme aviso de evento crítico divulgado no dia 3 de março, hoje, o nível do rio ultrapassa a 10º maior cheia nos 52 anos monitorados, que correspondia a 7,50 metros.

A cheia no rio deve-se as chuvas intensas e constantes que caíram até sexta-feira (4) na cabeceira, nos municípios de Jardim e Bonito e as águas estão acumulando agora em Miranda, distante 201 km de Campo Grande.

São 11 famílias desabrigadas, sendo que nove estão desde fevereiro alojadas no Parque de Exposições do município e duas famílias que saíram ontem (7) de suas casas e estão com parentes.

Ontem pela manhã, o nível registrado pela Sala de Situação foi de 7,44 metros, sendo que no domingo (6), estava em 7,39 metros.

Conforme o coordenador da Defesa Civil do município, Roberto Lopes Ferreira, mais uma família pediu nesta manhã para ser retirada de casa. "Provavelmente vamos tirar essa família hoje à tarde, nós estamos alertando sobre os riscos de ficar em casa com a cheia do rio, mas tem algumas que são resistentes", alega.

Ainda segundo o coordenador, o nível do rio pode atingir os 7,65 metros. "As águas não param de chegar aqui e os bairros baixos são os mais prejudicados, mas acredito que até sexta-feira, o rio começa a baixar", avalia.

A maior cheia do rio Miranda foi registrado em maio de 1992, quando chegou ao nível de 7,90 metros.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions