ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 24º

Interior

Cinco são presos pelo assassinato de jovem carbonizado encontrado por crianças

Jeferson de Lima da Silva, 19 anos, foi encontrado morto por crianças que soltavam pipa no dia 22 de outubro

Ana Paula Chuva | 24/11/2022 12:52
Viaturas da SIG e da 3ª Delegacia de Polícia Civil de Três Lagoas. (Foto: Divulgação | PCMS)
Viaturas da SIG e da 3ª Delegacia de Polícia Civil de Três Lagoas. (Foto: Divulgação | PCMS)

Equipes da SIG (Seção de Investigações Gerais) e da 3ª Delegacia de Polícia Civil de Três Lagoas prenderam, nesta quinta-feira (24), cinco pessoas envolvidas no assassinato de Jeferson de Lima da Silva, 19 anos. O corpo da vítima foi encontrado carbonizado dentro de um buraco em um local conhecido como “Invasão do São João”, na cidade que fica a 327 quilômetros de Campo Grande.

Os envolvidos não tiveram os nomes divulgados e foram presos durante a operação “Maré da Morte” deflagrada nesta manhã. Eles foram identificados durante investigação de um outro homicídio ocorrido no mês de setembro no Bairro São João. Entre os suspeitos estão dois rapazes de 19 e 23 anos e três adolescentes de 13, 16 e 17 anos.

A investigação foi iniciada por agentes da SIG e do Núcleo Regional de Inteligência. Durante as diligências, foram coletadas imagens do momento em que a vítima foi contida em um posto de gasolina arrastada pelos suspeitos. Testemunhas foram ouvidas e pedaços de pau e frasco de combustível usados no crime foram apreendidos.

Com isso, os envolvidos foram identificados e ouvidos formalmente na sede da SIG, a maioria confessou a participação no crime e seis mandados de prisão foram expedidos pela 1ª Vara Criminal de Três Lagoas.

As diligências começaram às 6h desta quinta-feira com cumprimento simultâneo de cinco mandados. O sexto envolvido encontra-se foragido. Ao todo, 15 policiais civis participaram da operação. Todos os suspeitos foram levados para a sede da SIG. Os maiores de idade indiciados por homicídio triplamente qualificado e por corrupção de menores, em seguida foram encaminhados para a penitenciária da cidade.

Já para os adolescentes foi instaurado auto de apuração de ato infracional equiparado ao crime de homicídio qualificado e conduzidos para a Unei (Unidade Educacional de Internação) em Três Lagoas. As diligências agora continuam para encontrar o suspeito que está foragido.

Nos siga no Google Notícias