A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

09/02/2016 11:51

Com real desvalorizado, vizinhos cruzam fronteira pra visitar Bonito

Liana Feitosa
Turistas bolivianos costumam vir ao Brasil de carro e ficam hospedados vários dias na cidade, não têm apenas passagem rápida. (Foto: Divulgação)Turistas bolivianos costumam vir ao Brasil de carro e ficam hospedados vários dias na cidade, não têm apenas passagem rápida. (Foto: Divulgação)

Assim como o Sul do País é destino favorito de argentinos em feriados e nas férias, Bonito é a opção campeã na preferência de turistas bolivianos. Desde o ano passado a cidade, distante 257 quilômetros de Campo Grande, tem recebido números recordes de visitantes que saem do país vizinho para o Brasil.

Fernanda Pereira Dias trabalha na recepção de um hotel na cidade. Em dezembro do ano passado, alugou a casa dela para uma família de bolivianos que queria aproveitar a região durante as festividades de final de ano. Agora, no Carnaval, a casa novamente está sendo o lar de bolivianos no município.

Oportunidade - "Anunciei minha casa em uma agência e uma família alugou para a virada do ano. Eles indicaram para outros amigos, também bolivianos, e aluguei novamente agora, no Carnaval", conta.

Segundo a recepcionista, o município sempre teve presença de turistas bolivianos, mas o fenômeno aumentou consideravelmente do ano passado para cá. "Dessa vez, aluguei a casa por quatro dias. Eles falam que está sendo moda lá na Bolívia vir para Bonito", compartilha, alegre.

O real desvalorizado está entre os responsáveis pela "migração". Com a moeda "mais barata", não fica pesado investir em turismo no Brasil.

Ação - Para Cícero Ramos Peralta, presidente da ABH (Associação Bonitense de Hotelaria), a procura é resultado de trabalho realizado há anos pelo Comtur (Conselho Municipal de Turismo de Bonito), Secretaria de Turismo da cidade e de todo o trade turístico da região.

"A gente fez esse trabalho na Bolívia, com várias ações, portanto isso é fruto desse trabalho que atraiu os turistas de lá. Além disso, tem a questão da proximidade dos dois países e parece também que o câmbio da Bolívia está favorável em relação ao brasileiro, o que também facilita", explica Cícero.

Esses turistas costumam vir ao Brasil de carro e ficam hospedados vários dias na cidade, não têm apenas passagem rápida. Outra característica que tem se manifestado mais é a presença de brasileiros mesmo, que vêm do país vizinho.

Visitas de casa - "Muitos dos que chegam aqui, quando começamos a conversar, percebemos que são brasileiros, mas moram lá", afirma Cícero.

De acordo com presidente, nesta semana ainda são esperados mais visitantes bolivianos. "Fiquei sabendo que muitos virão de Corumbá, assim que terminar o Carnaval lá", comemora.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions