A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 26 de Março de 2017

20/03/2013 12:58

De mãos atadas, moradores protestam no Facebook por causa de cratera em rua

Mariana Lopes
Morador faz pose dentro do buraco, como forma de protesto (Fotos: Henrique Foizzer)Morador faz pose dentro do buraco, como forma de protesto (Fotos: Henrique Foizzer)
Cratera existe na rua há mais de 6 mesesCratera existe na rua há mais de 6 meses

No cruzamento das ruas Trevo e Netuno, uma cratera se transformou no transtorno dos moradores do bairro Sol Nascente, em Naviraí. De mãos atadas e sem resposta das autoridades competentes, eles decidiram protestar e pedir socorro no Facebook.

Segundo o cabeleireiro Henrique Foizzer, que postou algumas fotos na rede social, a situação está insustentável e até perigosa. “Só não tem acidente porque é impossível correr aqui, mas carros já atolaram, sofreram danos materiais”, pontua.

Ele mora no bairro há seis meses, e afirma que quando se mudou a cratera já existia. “E está assim em todo o bairro, vivemos um descaso explicito”, reclama o cabeleireiro.

Na página do Facebook dele, as fotos da cratera estão acompanhadas com um texto chamando a atenção do prefeito e secretários.

A cratera passa na esquina da casa de HenriqueA cratera passa na esquina da casa de Henrique

 

“Venho pedir de novo que as autoridades venham pessoalmente avaliar a dificuldade que passamos diariamente. Mas dessa vez um simples trator não adianta. Tragam com vocês uma tábua bem longa, para que os senhores façam uma ponte para que possam atravessar as ruas. Me coloco inteiramente à disposição para ser o guia de vocês aqui no Sol Nascente. Mais uma vez fico esperançoso que a prefeitura olhe pelos problemas que a cidade sofre. Se nada for feito, desejo pelo menos que a prefeitura arque com as despesas por reparos nos sistema de amortecimento de nossos veículos”, clama Henrique no Facebook.

Segundo o prefeito da Naviraí, Léo Matos (PV), que assumiu a administração da cidade no início deste ano, não há máquinas o suficiente para atender os estragos de todos os bairros.

“Não é só lá que está assim, várias regiões estão com o mesmo problema, mas não temos como atender tudo agora, ainda mais por causa da chuva”, justifica o prefeito.

Léo Mato ainda pediu a compreensão da população e afirmou que só vai dar prioridade a obras de tapa-buraco quando a chuva der trégua, ou seja, no período de estiagem.

O prefeito disse que há projeto de passar asfalto nas ruas do Sol Nascente, mas que com o cancelamento da licitação de drenagem do bairro, feita pela administração passada, será preciso abrir um novo processo licitatório e incluir no mesmo pacote de obras.

PMA apreende carga ilegal de 46 mil litros de combustível para avião
A PMA (Polícia Militar Ambiental) apreendeu durante bloqueio realizado na BR-262, em Três Lagoas - cidade localizada a 338 km de Campo Grande - uma c...
Identificados assaltantes mortos em confronto com a polícia militar
Os assaltantes mortos em confronto com a PM (Polícia Militar) na madrugada deste sábado (25) em Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande, foram...



Declaração realista do Administrador ; não adianta tapar o sol com peneira, muito menos buracos com areia!
 
Lucio Santander em 20/03/2013 14:57:13
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions