A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Junho de 2017

26/10/2013 17:47

Dona de bar é presa em Corumbá por tráfico de mulheres

Lidiane Kober

Em operação policial, na madrugada neste sábado (26), em Corumbá, Adriana Aguilar Iunes, proprietária do Bar Bagdá, ao lado do Hotel Nacional, na Avenida América, foi presa por tráfico internacional e nacional de mulheres.

A investigação, comandada pela Delegacia da Mulher, em parceria com a da Infância e Juventude, começou em abril deste ano, na inauguração do estabelecimento comercial. Na época, conforme a delegada Joilce Silveira Ramos, turistas iam até o bar e pagavam taxa de R$ 100 para realizar o programa no Hotel Nacional.

Sem provas materiais do crime, em abril, ninguém foi preso, mas a investigação continuou. Com gravações telefônicas e depoimentos em mãos, das 22h de sexta-feira até 6h de hoje, 10 policiais permaneceram no bar e confirmaram as acusações.

“Comprovamos que a proprietária estava aliciando mulheres do Pará, Santa Catarina e na Bolívia”, detalhou a delegada. Adriana foi presa em flagrante e responderá pelos crimes de rufianismo (tirar proveito em cima da prostituição alheia) e por tráfico internacional e nacional de mulheres.

Questionado sobre o proprietário do hotel, a delegada explicou que, após alerta da polícia, ainda em abril, o estabelecimento comercial proibiu o uso dos quartos e os programas passaram a ser feitos em casa no centro de Corumbá, alugada pela dona do bar. “Mesmo assim, o dono do hotel deverá ser indiciado por rufianismo”, disse.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions