ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, DOMINGO  14    CAMPO GRANDE 24º

Interior

Dono de carreta usada em bloqueio de rodovia durante manifestação é preso

Operação conjunta da PRF e Polícia Federal busca encontrar mandante do crime

Guilherme Correia e Helio de Freitas, de Dourados | 20/11/2022 18:15
Carreta utilizada nos protestos foi apreendida nesta manhã pela PRF. (Foto: Adilson Domingos)
Carreta utilizada nos protestos foi apreendida nesta manhã pela PRF. (Foto: Adilson Domingos)

André França da Silva, de 39 anos, foi preso neste domingo (20) durante operação conjunta da Polícia Federal e PRF (Polícia Rodoviária Federal) por bloquear rodovias federais durante manifestação em Dourados, município distante 233 quilômetros de Campo Grande.

Segundo apurado pela reportagem, ele havia fugido para o distrito de Itaum, em uma propriedade rural, mas ao ir a um bar na zona urbana da cidade, foi preso pelos policiais. Policiais rodoviários federais já o tinham prendido em 2015 por dirigir uma Ford Ranger com queixa de roubo, entre Ponta Porã e Dourados.

Tanto a Polícia Federal quanto a PRF continuam a investigação para identificar mandante do crime.

O caso - Na manhã de hoje, equipes da Polícia Federal e PRF saíram às ruas de Dourados para cumprir três mandados de busca e apreensão e efetuar uma prisão preventiva, por tempo indeterminado, contra manifestações responsáveis por bloqueio em rodovia federal da cidade do sul do Estado, na sexta-feira (18).

A carreta bitrem usada para levar carga de pneus em protesto que terminou em incêndio de um Fiat Uno foi apreendida durante a Operação Unlock (desbloquear, em inglês). O veículo de grande porte foi localizado na Rua Januário de Araújo, esquina com a Rua Antônio Moraes Santos, no Jardim Márcia, região leste da cidade.

Ainda conforme divulgado pela PF, embora as pessoas que descarregaram os pneus e atearam fogo estivessem usando máscaras e as placas da carreta tenham sido retiradas propositalmente, o grupo responsável pelo bloqueio ilegal foi identificado.

“Os pneus que formavam a barreira na rodovia foram incendiados, gerando grande transtorno e perigo aos que por ali transitavam, resultando, inclusive, no incêndio de um veículo e sua completa destruição”, informou a corporação, em nota.

A pedido das polícias, a Justiça Federal em Dourados expediu as ordens judiciais para buscas e prisão, entendendo que o grupo deverá responder pelos crimes previstos nos artigos 286 (incitação ao crime), 288 (associação criminosa), 330 (desobediência), 359- L (abolição violenta do Estado Democrático de Direito), todos do Código Penal.

A Polícia Federal não informou se o alvo do mandado foi preso, ressaltando apenas que a investigação prossegue em segredo de justiça para “identificar e encontrar demais envolvidos nos atos criminosos investigados”.

Manifestações - Ato acontecia no Trevo da Bandeira, quando homens desceram da carreta, descarregaram os pneus e atearam fogo bloqueando a pista. O condutor de um Fiat Uno que passava pelo trecho cruzou sobre os pneus em chamas e o carro dele pegou fogo.

O motorista chegou a rodar por alguns metros, mas as chamas tomaram conta do veículo, que ficou totalmente destruído. Em seguida o motorista saiu do carro e fugiu do local.

Nos siga no Google Notícias