ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  01    CAMPO GRANDE 28º

Interior

Dourados descarta, por enquanto, adotar “feriadão” para conter covid-19

Prefeitura informou que adotou medidas ainda mais restritivas, mas descarta “fecha tudo”

Por Helio de Freitas, de Dourados | 19/03/2021 11:19
Cruzamento da Marcelino com Hayel Bon Faker, no centro de Dourados (Foto: Helio de Freitas)
Cruzamento da Marcelino com Hayel Bon Faker, no centro de Dourados (Foto: Helio de Freitas)

O município de Dourados não vai decretar, pelo menos por enquanto, medidas semelhantes às adotadas por Campo Grande, que antecipou feriados e vai “fechar tudo” por nove dias para frear contágio pelo coronavírus no pior momento da pandemia em Mato Grosso do Sul.

Em nota enviada nesta sexta-feira (19), a assessoria de comunicação do prefeito Alan Guedes (PP) informou que a Capital está com bandeira cinza no programa Prosseguir do Governo do Estado enquanto Dourados está com bandeira vermelha, “um degrau a menos na escala, mas nem por isso a situação é menos preocupante”.

Segundo a prefeitura, nesta semana as medidas para aumentar o isolamento social foram ampliadas na segunda maior cidade do Estado localizada a 233 km de Campo Grande.

Publicado na quarta-feira (17), o decreto alterou horário de abertura de alguns estabelecimentos. Pelo decreto estadual, supermercados, hipermercados e atacadistas podem ficar abertos até 24 horas, pois são serviços essenciais.

Em Dourados, no entanto, com o decreto desta semana, podem funcionar apenas até às 20h, além de adotar obrigatoriamente todas as medidas de biossegurança, como álcool em gel, medir temperatura na entradas dos estabelecimentos e respeitar ocupação máxima de 50% da lotação.

Praças e parques também não podem funcionar. A prefeitura explica que apesar de abertas, as praças não podem ter aglomerações de pessoas e promete intensificar a fiscalização nesses locais.

Outra medida adotada nesta semana tenta conseguir “aglomeração zero” em Dourados. O decreto da prefeitura proíbe aglomeração de pessoas em qualquer local público ou privado. Aglomerações de pessoas estão proibidas em área de condomínios em qualquer horário do dia. As medidas valem até 27 de março.

Mortes – Com mais três óbitos nas últimas 24 horas, Dourados chegou hoje a 298 vítimas da covid-19 em um ano de pandemia. Outros 110 casos positivos foram confirmados pela prefeitura e o total de douradenses já infectados chegou a 22.466.

O número de pessoas infectadas internadas na cidade também aumentou de 83 para 90 hoje. São 48 pacientes em leitos clínicos e 42 em leitos de terapia intensiva. São 51 moradores de Dourados e 39 de cidades da região.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário