A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Outubro de 2019

28/01/2019 21:59

Dupla é presa e confessa ter matado morador de rua a pauladas

Um dos acusado também havia tentado matar um artesão, de 52 anos, no mesmo dia do homicídio

Adriano Fernandes
Da esquerda para a direita, Keoma e Alessandro sendo apresentados nesta segunda-feira na delegacia (Fotos: Olimar Gamarra/Rrio Brilhante em Tempo Real)Da esquerda para a direita, Keoma e Alessandro sendo apresentados nesta segunda-feira na delegacia (Fotos: Olimar Gamarra/Rrio Brilhante em Tempo Real)

Keoma de Souza Pereira, de 23 anos, e Alessandro Henrique Barreto de Sousa, de 20, foram presos acusados de terem assassinado a pauladas o paulistano Claudomiro Gerônimo da Silva, 44, às margens de um rio em Rio Brilhantes, cidade que fica a 163 quilômetros de Campo Grande. A dupla foi presa neste domingo (27) - menos de 24 horas após o crime-, e apresentada hoje (28) na delegacia. 

No sábado (26),Keoma também já havia tentado matar um outro homem, o artesão Efigenio Rodrigues Quinhones, de 52 anos, com uma facada no abdômen, durante uma briga na praça central do município.

De acordo com o delegado do SIG (Setor de Investigações Gerais), Alexandre Neves, no dia do crime, Claudomiro, Keoma, Alessandro e outras pessoas foram até a região conhecida como “ponte do córrego Araras” para beberem e assar carne.

Em determinado momento houve uma discussão entre Keoma e a vítima. Com um pedaço de madeira, Keoma golpeou a cabeça de Claudomiro que caiu e em seguida - com ajuda de Alessandro-, ele foi arrastado em cima de um tapete de crochê até a mata a beira do córrego.

Ao perceber que a vítima ainda estava viva, os suspeitos pegaram uma TV que já estava no local e colocaram o aparelho em cima do rosto de Claudomiro, que teve a garganta cortada com os pedaços de vidros da tela e morreu no local.

As outras pessoas que estavam no local, teriam ido embora assim que as agressões começaram.Os dois suspeitos abandoaram o corpo e fugiram até serem localizados pela polícia. O corpo foi encontrado na tarde deste domingo (27) por uma mulher que tomava banho no córrego.

Ela acionou a PM via 190 que esteve no local, assim como a Polícia Civil e a perícia técnica de Dourados. Claudomiro Gerônimo da Silva era natural de Lins, SP e, segundo a polícia era morador de rua a pouco tempo na cidade, onde permanecia a maior parte do tempo na praça central da bebendo e com outras pessoas em situação de rua, inclusive os seus assassinos.

A dupla confessou o crime e responderá por homicídio qualificado por motivo fútil, podendo responder ainda por ocultação de cadáver. Keoma também vai responder pela tentativa de homicídio contra o artesão.

A vítima, que é morador de Tacuru esta internado em um hospital de Dourados, mas fora de perigo. Keoma já tem passagens pela Polícia, Alessandro até então não, ainda conforme o Rio Brilhante em Tempo Real.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions