A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Janeiro de 2018

16/08/2016 19:48

Dupla que matou jardineiro após cobrança é condenada a 14 anos de prisão

Nyelder Rodrigues

Foram condenados a 14 anos de prisão o policial Renato Gomes e sua namorada à épica do crime, Naielle de Souza Leal, por terem matado Daniel Moreira dos Santos, em Três Lagoas - cidade localizada a 338 km de Campo Grande. O motivo do crime seria uma cobrança por serviços de jardinagem feito pela vítima na casa do pai de Naielle.

Renato é policial militar e estava preso preventivamente pois, durante o processo judicial, teria ameaçado um filho e a esposa da vítima. No julgamento, alguns colegas de trabalho foram prestar solidariedade ao réu, porém, foi pedido que eles se retirassem pois estavam fardados, podendo retornar com trajes civis os que não estivessem de serviço.

O crime aconteceu na madrugada do dia 11 de agosto de 2012, no bairro Jardim Bela Vista. Renato e Naielle teriam matado Daniel após atraí-lo para um local ermo ao lado de um hotel, perto da lagoa maior. A arma usada no crime foi encontrada na casa de uma pessoa que cumpria pena por tráfico.

Durante o juri, em Três Lagoas, a acusação sustentou que o homicídio foi cometido mediante dissimulação e recurso que dificultou a defesa da vítima, que foi atingida pelas costas com dois tiros na cabeça. Já a defesa pediu a absolvição por negativa de autoria.

Entretanto, o juri definiu por maioria de votos reconhecer a materialidade, a letalidade e a autoria do crime e condenou os acusados, mantando as qualificadoras do crime. O casal foi condenado por homicídio qualificado por motivo fútil e com recurso que dificultou a defesa da vítima. Além disso, o policial perdeu o cargo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions