A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

01/01/2017 15:49

Eleição da mesa diretora tem confusão e acusação de fraude em urna

Leonardo Rocha
Grupo de cinco vereadores, liderados por Mariano Ferreira, ao centro, alegam que houve fraude na eleição (Foto: Divulgação)Grupo de cinco vereadores, liderados por Mariano Ferreira, ao centro, alegam que houve fraude na eleição (Foto: Divulgação)

A eleição da mesa diretora na cidade de Guia Lopes da Laguna, cidade que fica a 227 km de Campo Grande, teve confusão no final e acusação de fraude na urna. Um grupo de cinco vereadores prometem registrar um boletim de ocorrência amanhã (02) e solicitar um mandado de segurança, para contestar o resultado do pleito.

O vereador Ademir Souza Almeida (DEM) foi eleito o novo presidente da Câmara, com cinco votos a quatro, do seu adversário, Mariano Ferreira (PR). No entanto o grupo liderado pelo derrotado, alega que houve fraude no processo, já que a votação foi secreta, com votos colocados em uma urna, que não ficou em frente ao plenário.

"Nós tínhamos cinco votos certos para minha candidatura, mas quando saiu o resultado, apareceu apenas quatro votos e os aliados garantem que votaram em mim, por isso fomos até a delegacia registrar ocorrência, mas foi avisado, para fazermos amanhã a partir das 8h", disse Mariano.

Mariano garante que o grupo de aliados, que ainda tem Júlio Cesar Souza (PR), Júlio Arguelho dos Santos (PSB), Gleiton Lima da Silva (PR) e José Carlos dos Santos Maidana (PMDB), prestarão depoimento e dirão em juízo que votaram nele. "Não aceitamos o resultado e vamos correr atrás das providências cabíveis".

A sessão ocorreu neste domingo (01), no final da manhã, na Câmara Municipal. O local estava cheio e no final, com a divulgação do resultado, houve um princípio de confusão e troca de acusações, mas sem incidentes maiores.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions