A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017

30/10/2016 16:46

Em festa regada a bebida, adolescente de 13 anos é apreendido desmaiado

Luana Rodrigues
Três jovens foram presos e oito adolescentes apreendidos e encaminhados a delegacia. (Foto: Celso Daniel/ JP News)Três jovens foram presos e oito adolescentes apreendidos e encaminhados a delegacia. (Foto: Celso Daniel/ JP News)
No local, foram encontradas mais de trinta garrafas de vodka, além de latas de cerveja, outras bebidas e cigarros. (Foto: Celso Daniel/ JP News)No local, foram encontradas mais de trinta garrafas de vodka, além de latas de cerveja, outras bebidas e cigarros. (Foto: Celso Daniel/ JP News)

Uma operação da Polícia Militar em conjunto com o Conselho Tutelar, acabou com uma festa na noite de sábado (29), onde havia vários adolescentes consumindo bebida alcoólica, em Três Lagoas – município distante 338 quilômetros de Campo Grande. No local, três jovens foram detidos e oito adolescentes apreendidos, entre eles um garoto de 13 anos que estava desmaiado de tão bêbado.

Conforme o site JP News, após denuncias anônimas, conselheiros tutelares e policiais foram até a residência no bairro Vila Verde e flagraram vários adolescentes consumindo bebida alcoólica.

Um jovem de 19 anos se apresentou como dono da casa e promotor da festa e acabou detido. Outros dois jovens maiores de idade – um de 20 e outro de 19 anos, também acabaram presos.

Oito adolescentes com idades entre 17 e 15 anos foram apreendidos e levados a delegacia, pois confessaram que estavam consumindo bebida alcoólica durante toda a noite.

No local, foram encontradas mais de trinta garrafas de vodka, além de latas de cerveja, outras bebidas e cigarros.

Em um dos quartos da casa, os policiais encontraram um menino de 13 anos, deitado em um colchão bastante sujo. Ele estava inconsciente, com o rosto sobre o próprio vômito e cheio de creme dental, por conta de um “trote” feito pelos outros garotos por ele “não ter aguentado a bebedeira”.

Ainda segundo relato do boletim policial, o adolescente mal conseguia caminhar, tinha a fala arrastada e não conseguia sequer dizer o próprio nome completo para ser identificado.

Todos os envolvidos foram levados a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário, para as providências legais. Os pais e responsáveis pelos menores foram avisados e notificados a comparecer no Conselho Tutelar da cidade, para prestar esclarecimentos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions