A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

28/06/2016 11:08

Em quatro dias, DOF retém 2.230 quilos de maconha, cocaína e contrabando

Segundo comando do departamento, ações de repressão causaram prejuízo de R$ 4,5 milhões ao crime organizado na fronteira

Helio de Freitas, de Dourados
Apreensões dos últimos quatro dias incluem 1.200 quilos de maconha (Foto: Divulgação)Apreensões dos últimos quatro dias incluem 1.200 quilos de maconha (Foto: Divulgação)

As ações desencadeadas nos últimos quatro dias pelo DOF (Departamento e Operações de Fronteira) em Mato Grosso do Sul resultaram na apreensão de maconha, cocaína e cigarro contrabandeado, gerando prejuízo de mais de R$ 4,5 milhões ao crime organizado que age na região. De acordo com balanço das operações feitas de sexta-feira até hoje, só em maconha foram 2.230 quilos retirados de circulação.

Na região de Iguatemi, os policiais apreenderam 1.525 quilos de maconha logo após uma caminhonete furar o bloqueio na MS-295. Durante a fuga, o veículo capotou MS-180. Nessa ação, outros três carros foram apreendidos e seis pessoas presas. A droga foi avaliada em R$ 1,6 milhão.

Outra apreensão, dessa vez de 712 quilos, ocorreu na madrugada de sábado (25), na região de Amambai. A droga estava em veículo abandonado às margens da rodovia MS-289. Dois batedores da carga foram presos e três veículos apreendidos.

Na região de Bela Vista, foram apreendidos na madrugada de domingo um Citroen Picasso prata e uma moto Honda NXR Bros 150 laranja, ambos furtados em Campo Grande e que foram abandonados nas proximidades da BR-060.

Em Dourados, os policiais do DOF apreenderam ontem (27) uma carreta com mil caixas de cigarro contrabandeado do Paraguai, abandonada na BR-163, próximo ao parque de exposições. O veículo sofreu uma pane elétrica e o motorista levou o cavalo mecânico para o conserto. Ele foi preso ainda na oficina. A carga foi avaliada em R$ 2,2 milhões.

Ainda ontem, mas na região de Iguatemi, policiais do DOF apreenderam, em um ônibus na MS-295, dois quilos de cocaína escondidos no fundo falso da mala de uma adolescente residente em Balneário Camboriú (SC).



Isso do contrabando de cigarros chegar a niveis estratosféricos, e junto a geração de quadrilhas especializadas, onde ate o PCC entrou, para com o lucro comprar armas e drogas para nossas crianças, é culpa unica e exclusiva de ONGs antitabaco, financiadas pela industria farmaceutica que produz medicamentos para parar de fumar. E os dados que essas Ogns fornecem a imprensa e a sociedade, não passa de uma enorme farsa. Isso de que cigarro mata 200 mil, epidemia do tabaco, que cigarro mata 550 pessoas por hora, fumo passivo, etc, não passa de uma enorme farsa. Inclusive, seguem os dados sobre óbito de fumantes,oficiais do governo. Assim, não v https://clinicaalamedas.wordpress.com/2012/0ale2/25/a-tragedia-das-drogas-
 
Luiz Carlos Pauli em 30/06/2016 09:23:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions