A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018

29/09/2015 16:09

Ex-prefeito fez seguro de vida de R$ 400 mil com verba pública, segundo ação

Ação em andamento no Fórum de Rio Brilhante apura denúncia de que Donato Lopes fez seguro de vida tendo a mulher como beneficiária e teria pago a apólice com dinheiro do município

Helio de Freitas, de Dourados
O ex-prefeito Donato Lopes é acusado de seguro de vida com dinheiro público (Foto: Divulgação)O ex-prefeito Donato Lopes é acusado de seguro de vida com dinheiro público (Foto: Divulgação)

O ex-prefeito Donato Lopes da Silva está sendo acusado de usar dinheiro do município para fazer seguro de vida pessoal. A ação civil pública para apurar ato de improbidade administrativa tramita no Fórum de Rio Brilhante, cidade a 163 quilômetros de Campo Grande, da qual Donato já foi prefeito por vários mandados, os mais recentes de 2005 a 2012.

O seguro previa, em caso de morte, pagamento de uma apólice de R$ 400 mil tendo como beneficiária a esposa de Donato, a ex-primeira-dama Iraci Montanha da Silva.

Cobrança judicial – De acordo com a assessoria do atual prefeito, Sidney Foroni (PMDB), a irregularidade teria sido confirmada por uma decisão simples do TCE (Tribunal de Contas do Estado) e obriga o atual mandatário a fazer a cobrança judicial do dinheiro usado de forma irregular.

A ação de improbidade administrativa foi ajuizada pela prefeitura. Caso o ex-prefeito seja condenado, além de ter que devolver R$ 19.835,06 já corrigidos, Donato Lopes poderá perder os direitos políticos e ficar inelegível por oito anos, além de ressarcir aos cofres públicos o valor usado indevidamente.

Irregularidade – De acordo com o Tribunal de Contas, Donato Lopes teria pago R$ 7.956,48 pelo seguro de vida pessoal com dinheiro da prefeitura. O fato veio à tona em junho deste ano, quando a atual administração recebeu uma intimação com a decisão da Corte de Contas, que julgou irregular a despesa. O caso é considerado transitado em julgado desde 9 de novembro de 2012.

A ação movida pelo município contra o ex-prefeito pede o ressarcimento do dinheiro pago pelo seguro e a condenação de Donato Lopes por improbidade administrativa.

Através da assessoria da prefeitura, o procurador-geral do município de Rio Brilhante, Ericomar Correia de Oliveira, afirmou que o pagamento do seguro “não se trata de simples descuido do ex-gestor municipal, tampouco possui justificativa para o pagamento de despesas pessoais com dinheiro público”. Segundo ele, o descumprimento legal foi “consciente e de livre vontade” de Donato Lopes.

Sidney Foroni considerou “muita folga” por parte do antecessor pagar seguro de vida pessoal com dinheiro público e tendo como beneficiária a esposa. Foroni afirmou, também por meio da assessoria, que por lei é obrigado a acionar o ex-prefeito visando o ressarcimento do prejuízo causado.

O Campo Grande News ligou para o celular de Donato Lopes, mas o telefone estava desligado. Foi deixado um recado na caixa postal, informando sobre o assunto e pedindo que o ex-prefeito retornasse, o que não ocorreu até às 16h desta terça.

Idosa é espancada até desmaiar e leva facada durante assalto
Idosa de 60 anos, que não teve identidade revelada, foi espancada até desmaiar, além de levar uma facada de um bandido que havia invadido sua casa na...
Homem é morto com 15 tiros e corpo encontrado com mãos e pés amarrados
Um homem de aproximadamente 35 anos, ainda não identificado, foi morto a tiros na madrugada deste domingo (9) na região de fronteira entre o Brasil e...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions