ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUARTA  03    CAMPO GRANDE 14º

Interior

Familiares de mulher com coronavírus são intimados a cumprir isolamento

Guardas municipais alertaram parentes da paciente que eles podem ser presos se saírem às ruas; ela está na UTI

Por Helio de Freitas, de Dourados | 05/04/2020 11:27
Guardas civis de Ponta Porã conversam com familiares de mulher contaminada com coronavírus que está na UTI (Foto: Divulgação)
Guardas civis de Ponta Porã conversam com familiares de mulher contaminada com coronavírus que está na UTI (Foto: Divulgação)

Com equipamentos de proteção, integrantes da Guarda Civil Municipal de Fronteira intimaram familiares da mulher de 41 anos infectada com o novo coronavírus e que está na UTI do Hospital Regional de Ponta Porã, cidade a 323 km de Campo Grande.

Eles foram orientados a cumprir rigorosamente a quarentena e se isolarem em casa. A desobediência pode gerar até prisão. O quadro clínico da paciente é considerado grave. Ela respira com ajuda de aparelhos.

A medida foi tomada após o marido da paciente ser flagrado circulando próximo à sua residência. Ele negou a informação e disse que está respeitando o isolamento, porém manteve contato com três familiares. O boletim de ocorrência foi elaborado na 1ª Delegacia de Polícia de Ponta Porã por infração de medida sanitária preventiva.

O caso dessa paciente não entra no boletim da Secretaria Estadual de Saúde por ter sido registrado em Ribeirão Preto (SP). Entretanto, a saúde pública de Ponta Porã já considera dois casos na cidade. No primeiro, importado da Itália, o paciente fez o isolamento domiciliar e superou a doença.

“Agora temos um segundo caso, uma mulher que veio de Ribeirão Preto com diagnóstico e sintomas. Passou mal aqui na cidade e está entubada na UTI do hospital. Familiares estão em isolamento. Esse caso não consta na estatística oficial porque já aparece na estatística de São Paulo”, informou a Prefeitura de Ponta Porã.