A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Outubro de 2019

15/10/2018 15:01

Fazenda de traficante é 1ª na história transferida para governo paraguaio

Estância 4 Filhos, a 100 km do território sul-mato-grossense, foi comprada por Jarvis Gimenes Pavão com dinheiro das drogas e hoje oficialmente transferida para patrimônio do governo

Helio de Freitas, de Dourados
Fazenda que era de Jarvis Gimenes Pavão, em Iby Yaú (Foto: ABC Color)Fazenda que era de Jarvis Gimenes Pavão, em Iby Yaú (Foto: ABC Color)

A Estância 4 Filhos, de 265 hectares, localizada no município de Yby Yaú, no departamento de Concepción, é a primeira propriedade confiscada pelo governo e transferida para o Estado na história do Paraguai.

Localizada a 100 km do território brasileiro, a luxuosa fazenda pertencia ao narcotraficante sul-mato-grossense Jarvis Gimenes Pavão, que cumpriu oito anos de prisão no Paraguai e em dezembro de 2017 foi extraditado e atualmente está recolhido no Presídio Federal de Mossoró (RN).

Natural de Ponta Porã, onde tem familiares, Pavão foi comparado ao lendário traficante Pablo Escobar e assim como o bandido colombiano planejou fugas cinematográficas, comprou policiais e juízes enquanto esteve preso no Paraguai e até reformou o presídio, onde tinha uma cela de luxo.

Mesmo quando cumpria pena em território paraguaio, Pavão controlava o envio de cargas de cocaína da Bolívia e do Peru para o Brasil e para a Europa. O narcotraficante já está condenado a quase 25 anos de prisão por tráfico no Rio Grande do Sul.

Avaliada em 6 milhões de dólares, a Fazenda 4 Filhos foi transferida para o patrimônio do governo paraguaio e vai ser destinada a projetos sociais, anunciou nesta segunda-feira (15) a ministra Karina Gómez. Uma das possibilidades é transformar o local em centro de tratamento de dependentes de drogas.

Conforme as autoridades paraguaias, a investigação comprovou que a fazenda, registrada em nome da mãe de Jarvis Pavão e de uma empresa de fachada, foi comprada com dinheiro do narcotráfico.

Após o fato inédito, a Procuradoria Geral do Estado paraguaio afirma que várias propriedades ligadas ao próprio Jarvis Pavão e a outros traficantes, também serão confiscadas como patrimônio do governo.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions