ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, TERÇA  24    CAMPO GRANDE 25º

Interior

Governo decreta emergência em busca de recursos para recuperar estradas e pontes

Estado já destinou R$ 850 mil a municípios atingidos para ações emergenciais

Por Ricardo Campos Jr. | 24/02/2018 13:51
Rua alagada em Aquidauana (Foto: Saul Schrann)
Rua alagada em Aquidauana (Foto: Saul Schrann)

Mato Grosso do Sul pretende contar com ajuda financeira da União para consertar estragos causados pela enchente em Aquidauana e Miranda, principalmente estradas e pontes de concreto. O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) disse neste sábado (24) que está decretando estado de emergência e calamidade para poder obter esse aporte.

Por hora, o poder público irá repassar R$ 850 mil para as prefeituras desses dois municípios para açõs mais urgentes e conta ainda com o apoio da Defesa Civil na ajuda das famílias desabrigadas, principalmente na entrega de cestas básicas e roupas.

“A próxima fase será a de restruturação, que envolvem as obras. Nesse momento a ajuda do Governo Federal vai ser importante”, disse Azambuja.

O temporal fez o nível do Rio Aquidauana ficar nove metros acima do normal e a cidade decretou situação de emergência. A via que faz a ligação com a cidade vizinha Anastácio ficou totalmente submersa.

O Exército montou uma ponte no local e barcos particulares fazem a travessia também, mas mediante pagamento.

As regiões mais afetadas foram: bairro Guanandi, região da PMA (antigo zoológico) e colônia Buriti. Todas são áreas ribeirinhas. De acordo com o secretário de administração do município, Euclides Nogueira, ainda não se sabe quanto precisará ser gasto para a recuperação das áreas mais afetadas pela enchente. O dado será apontado em levantamento que deverá ser feito depois do atendimento aos desabrigados.

Os ribeirinhos estão divididos em três abrigos públicos, mas 102 famílias ainda estão em áreas de risco.

São cerca de 50 famílias resgatadas e ainda tem 102 famílias em áreas de risco. A Prefeitura organiza uma campanha para arrecadação de mantimentos e donativos em geral - para refeições das famílias já abrigadas -, além de roupas de crianças e adultos, colchões e lençóis, água mineral, itens de higiene pessoal, móveis e eletrodomésticos.

Os interessados em ajudar os desabrigados podem procurar a Secretaria de Assistência Social de Aquidauana, localizada na Rua Honório Simões Pires, 618, Cidade Nova; Salão paroquial da Igreja Matriz de Aquidauana e em Campo Grande, a Igreja Perpétuo Socorro, perto da Fetems.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário