ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUINTA  21    CAMPO GRANDE 22º

Interior

Governo federal desapropria áreas para duplicação da BR-163 em São Gabriel

Por Juliana Brum e Aline dos Santos | 01/07/2015 16:41
Propriedades rurais particulares poderão ser desapropriadas para realização de obra ( Foto - Divulgação)
Propriedades rurais particulares poderão ser desapropriadas para realização de obra ( Foto - Divulgação)

O presidente da República em exercício, Michel Temer, desapropriou imóveis rurais para a duplicação da BR-163 no município de São Gabriel do Oeste, a 140 quilômetros de Campo Grande. As obras serão realizadas pela concessionária da estrada federal, a CCR MS Via, que também ficará responsável pelo pagamento das indenizações.

Segundo o prefeito Adão Unirio Rolim (PDT), as áreas vão ser desapropriadas para a ampliação da pista. A duplicação começou no ano passado e deverá ser concluída em cinco anos. Ele também explicou que o trecho a ser desapropriado será ocupado por praça de pedágio e rotatórias previstas no projeto de concessão.

"Acredito que esta desapropriação se deva a este espaço que ultrapassará (algumas propriedades rurais), por esta razão, poderá invadir as propriedades rurais que estão às margens da via. Todas particulares" destacou o prefeito.

Adão falou que a expectativa é que até outubro 10% das obras neste trecho de São Gabriel do Oeste estejam concluídas e que o pedágio já esteja funcionando. No perímetro urbano, a prefeitura pediu alterações no projeto, como a construção de mais passarelas e rotatórias.

No decreto, assinado por Temer, os imóveis situados às margens da BR-163/MS serão desapropriadas para a execução das obras do tipo diamante.

O investimento previsto na duplicação em cinco anos é de R$ 3,4 bilhões.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário