ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, DOMINGO  05    CAMPO GRANDE 28º

Interior

Helicóptero pode ter sido incendiado pelo próprio piloto após queda

No local da queda, não há sinais de corpos e nem vestígios de drogas

Por Adriano Fernandes e Miriam Machado | 27/10/2021 22:07
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Helicóptero que caiu na fazenda Santa Ilidia, em Batayporã, nesta quarta-feira (27) pode ter sido incinerado pelo próprio piloto, após a queda, conforme apuração inicial da Polícia Civil. No local, não há sinais de corpos e nem vestígios de drogas, conforme o Jornal da Jova.

Galões de combustível, que podem ter sido lançados pelo piloto antes mesmo da queda, também foram encontrados próximos à aeronave. A suspeita da polícia é de que o sobrevivente tenha incendiado o helicóptero para esconder eventuais pistas e fugido na sequência.

O Dracco (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado) está no local apurando as circunstâncias do acidente. Procurado pela reportagem o delegado de Batayporã, Filipe Davanso Mendonça, informou que a Polícia Civil só vai se manifestar sobre o caso através de nota, após os levantamentos periciais no local do acidente.

Policiais civis de Batayporã e Nova Andradina, bem como uma equipe da PMR (Polícia Militar Rodoviária) também estiveram no local da queda. A aeronave caiu a 25 quilômetros da MS-276, rodovia que liga os municípios de Batayporã e Anaurilândia.

Segundo caso - Há uma semana, outro helicóptero caiu em uma fazenda no município de Ponta Porã, matando o piloto Pedro Augusto Boim, 24, e o amigo dele, Matheus Henrique dos Santos Venâncio, de 20 anos. A aeronave transportava 246 quilos de cocaína.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário