ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, DOMINGO  29    CAMPO GRANDE 23º

Interior

Homens são flagrados com trilhos furtados de ferrovia em MS

A dupla negou o crime, mas parte do material foi encontrado nos fundos da casa de um deles. Caso é investigado pela Polícia Civil

Por Geisy Garnes | 27/02/2020 15:14
Trilhos retirados da ferrovia em Costa Rica (Foto: Divulgação PM)
Trilhos retirados da ferrovia em Costa Rica (Foto: Divulgação PM)

Dois homens, de 34 e 40 anos, foram levados para a delegacia após furtarem trilhos da Rumo Logística, localizada na região do Bolicho Seco em Costa Rica – a 305 quilômetros de Campo Grande. A dupla foi descoberta depois que funcionários da empresa viram um caminhão parado próximo da ferrovia.

Conforme o site MS Todo Dia, equipes da Polícia Militar receberam informações que um caminhão de Costa Rica estava em “atitude suspeita” próximo à ferrovia. Funcionários da empresa que administra a linha férrea ainda conseguiram monitorar o veículo através de câmeras de segurança e repassaram as imagens para os militares.

Pelas gravações, os policiais conseguiram identificar e localizar o proprietário do caminhão. Aos policiais, o suspeito confirmou que estava na ferrovia, mas negou o furto dos trilhos. Ele ainda apontou a casa do suposto comparsa, que também negou o crime.

No entanto, durante fiscalização, os militares encontraram trilhos escondidos no quintal da residência. Os equipamentos usados na retirada das barras de ferro estavam dentro do caminhão e também foram apreendidos.

Diante do flagrante, os dois suspeitos foram levados a delegacia de cidade, enquanto o material foi restituído. Segundo o delegado Cleverson Alves dos Santos, responsável pelo caso, os trilhos furtados eram “pedaços” que foram substituídos pela concessionária, mas permaneciam na linha férrea. Os dois homens foram ouvidos e liberados.

(Matéria editada às 16h37 para correção de informações)

Material usado pelos suspeito também foi apreendido (Foto: Divulgação PM)
Material usado pelos suspeito também foi apreendido (Foto: Divulgação PM)