A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Janeiro de 2019

05/05/2017 17:06

Hospital Regional de Dourados será licitado este mês, diz secretário

A última dirigência junto ao Ministério da Saúde está marcada para quinta-feira (11). “É o passo que falta”.

Lucas Junot
Nelson Tavares é secretário estadual de saúde de Mato Grosso do Sul (Foto: Arquivo)Nelson Tavares é secretário estadual de saúde de Mato Grosso do Sul (Foto: Arquivo)

Depois de sucessivos contratempos, o secretário estadual de Saúde, Nelson Tavares, confirmou nesta sexta-feira (5) a licitação para construção do Hospital Regional de Dourados – cidade distante 233 quilômetros de Campo Grande. De acordo com ele, o certame começa ainda este mês. A última dirigência junto ao Ministério da Saúde está marcada para quinta-feira (11). “É o passo que falta”, declarou.

A obra chegou a ser iniciada em 2014, mas o governo estadual teve de modificar o projeto apresentado em Brasília para fazer uma nova licitação. O estado também discutiu a possibilidade de mudar o local do hospital, mas por fim se convenceu a manter a construção no terreno localizado na margem da BR-463, na saída para Ponta Porã.

O terreno, de cinco hectares, foi doado em 2012 pelo empresário Adão Parizotto, do ramo de cereais e dono de um loteamento próximo ao local onde o hospital vai ser construído.

“Refizemos todo o projeto, encaminhamos ao ministério e estamos discutindo há quase um ano, [o projeto] já foi e voltou umas 10 vezes. Agora estamos nos 'finalmente' da aprovação”, explicou Tavares.

Conforme o secretário, a obra foi hospital foi lançada em 2014 “a toque de caixa”, sem ter recurso garantido. “Conseguimos recuperar o convênio de R$ 20 milhões, mais um de R$ 4 milhões. O Estado vai dar contrapartida de R$ 6 milhões. Acho que a obra vai importar uns R$ 33 milhões, fora os equipamentos”.

Nelson Tavares estimou em dois anos o tempo para construir e equipar o hospital regional de Dourados, que, segundo ele, será um complexo de saúde, para substituir o Hospital da Vida, pacientes de Dourados e de outras 30 cidades da região são atendidas atualmente.

“O hospital vai ter um centro de especialidades e centro de diagnóstico, com tomografia, ressonância, raio-X, com especialistas, internação e todo exame que for preciso para atender a região de Dourados. e terá um custo menor porque vai funcionar tudo junto”, disse o secretário.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions