ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  19    CAMPO GRANDE 36º

Interior

Idosa que se queimou em churrasqueira morre após 17 dias internada

Por Nyelder Rodrigues | 29/12/2016 22:46

Morreu nesta quinta-feira (29) a idosa Maria Arlete Peixoto da Silva, de 71 anos, que sofreu queimaduras de 2º e 3º grau no dia 12 deste mês ao tentar acender uma churrasqueira, em Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande.

Arlete estava com uma garrafa com dois litros de álcool combustível e jogou o líquido na churrasqueira, no momento que o recipiente estourou na mão dela, queimando praticamente todo o corpo, segundo o registro policial.

A idosa, que estava em uma chácara no distrito de Picadinha, foi levada pela sobrinha até o Hospital Evangélico, onde recebeu os primeiros socorros e depois foi transferida para a Santa Casa de Campo Grande devido à gravidade do caso.

Na Capital, ela permaneceu internada, mas houve complicações em seu estado de saúde. Maria Arlete acabou não resistindo aos ferimentos e morreu nesta tarde. O corpo dela foi encaminhado para o Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) e o caso registrado como morte a esclarecer na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro de Campo Grande.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário