A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017

11/01/2014 14:02

Indústria orçada em R$ 300 milhões começa a ser erguida em fevereiro em MS

Aliny Mary Dias
Reunião entre presidente da empresa, prefeito, vereadores e empresários ocorreu ontem (Foto: Divulgação)Reunião entre presidente da empresa, prefeito, vereadores e empresários ocorreu ontem (Foto: Divulgação)

Depois de conversas entre a empresa Aspebras e o município de Água Clara, está quase tudo definido. A construção da grande empresa de MDF (painéis produzidos a partir de madeira reflorestada) está prevista para começar em fevereiro e 700 operários devem ser contratados.

Com o investimento de R$ 300 milhões, a cidade deve ser o novo polo moveleiro de Mato Grosso do Sul.

Uma visita técnica do presidente da empresa, José Roberto Colnaghi, nas áreas onde a empresa será construída ocorreu ontem (10).

Segundo o vereador Eulojari Ferreira (DEM), as obras começam assim que a área for liberada e a vinda da empresa para a cidade “é um sonho antigo de Água Clara”.

Cerca de 700 operários trabalharão da construção que deve demorar de 2 anos a 2 anos e meio para ficar pronta. Toda a tecnologia empregada na fabricação dos MDF’s será alemã.

Empresa - Fundada em 1966, a Aspebras tubos e conexões tem produtos nas áreas de irrigação, saneamento e predial. Atualmente, são três fábricas em funcionamento: Penápolis (São Paulo), Macaíba (Rio Grande do Norte) e Simões Filho (Bahia). As unidades são equipadas com máquinas de última geração, fabricadas na Alemanha e Estados Unidos. Técnicos alemães vão visitar Água Clara.

Sem-terra são multados em R$ 11 mil por exploração ilegal de madeira
A PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou e multou em R$ 11 mil, dois homens, de 34 e 38 anos, pegos em flagrante retirando madeira de uma reserva pro...
Durante abordagem, passageiro de ônibus finge passar mal e foge
Passageiro de ônibus fingiu passar mal para fugir da polícia, neste domingo (19), deixando para trás mala com maconha e os próprios documentos em Dou...
Travesti encontrada morta tinha 22 anos e foi reconhecida pelas amigas
Foi identificada como Wiris de Souza Santos, 22 anos, conhecida como Vitória, a travesti encontrada morta com nove facadas, por volta das 5h deste do...


Eu e minha esposa somos novos em Água Clara trabalhei na Usina São Domingos e acabei ficando na cidade.Hoje tenho uma empresa Metalúrgica e Serralheria e como novo cidadão águaclarense venho orando a Deus p/ que Ele escreva uma nova história p/ a cidade e acho que Deus esta nos atendendo.Só gostaria de resaltar que com a vinda de pessoa, claro o aumento da polpulação a ciadade tem que acompanhar a evolução tendo assim que ampliar algumas coisas como bancos se possível mais opçao de outros bancos, mais casas lotérica etc. porque uma só será pouco e terá muito fluxo e ficará difícil, a cidade, ela tem que acompanhar o seu crescimento para que não vire um transtorno.Estamos muito felizes e esperançosos. Parabens que Deus ABENÇÕES ESTE PROJETO.
 
Cleber Aparecido lopes em 14/01/2014 15:28:45
Nossas cidades precisam de mais empreendimentos como esse. Ms não pode viver somente de agricultura e pecuaria, há muita desigualdade social. Precisamos de mais industrias, mais empregos.
 
Aislan Massoni em 11/01/2014 14:10:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions