ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 19º

Interior

Jovem é preso com anabolizantes e contrabando de mais de meio milhão

Dirigindo uma Fiat Toro furtada, o motorista transportava mais de 4,5 mil medicamentos

Por Geniffer Valeriano | 17/06/2024 10:51
Fiat Toro e produtos contrabandeados do Paraguai (Foto: Divulgação Polícia Civil)
Fiat Toro e produtos contrabandeados do Paraguai (Foto: Divulgação Polícia Civil)

Um jovem, de 23 anos, que não teve a identidade divulgada, foi preso enquanto transportava 4.518 unidades de anabolizantes. Com carro furtado, o homem também transportava celulares, cigarros eletrônicos e rádio comunicador.

Conforme divulgado pela Polícia Civil, a prisão ocorreu neste domingo (16), em Mundo Novo, cidade que fica a 463 km da Capital, após a delegacia ser informada de um carro suspeito parado às margens da estrada que dá acesso ao Porto Isabel.

Ao chegar no local indicado, os policiais abordaram o motorista. Ao vistoriar a Fiat Toro que o jovem conduzia, foi encontrado várias caixas de anabolizantes de várias marcas diferentes. Entre elas, haviam 600 enantato de testosterona, 460 sustan e 580 testoviron.

Mercadoria dentro do veículo, da forma que estava sendo transportada (Foto: Polícia Civil)
Mercadoria dentro do veículo, da forma que estava sendo transportada (Foto: Polícia Civil)

Ainda foram encontrados 229 celulares, das marcas Iphone e Xiaomi, um rádio comunicador e 340 caixas de vapes. Após consulta, foi identificado que a Fiat Toro dirigida estava com placas falsas. Através do número do chassi foi constatado que o veículo havia sido furtado em abril de 2023, na cidade de Londrina (PR).

A mercadoria contrabandeada do Paraguai, o veículo e jovem foram levados para a delegacia da cidade. O delegado plantonista determinou que todos os produtos, assim como o auto da prisão, fossem apresentados na Delegacia de Polícia Federal de Naviraí.

O motorista irá responder por seis crimes. Sendo eles: receptação, descaminho, desenvolver clandestinamente atividades de telecomunicação, falsificação, corrupção e adulteração ou alteração de produtos destinado a fins terapêuticos ou medicinais adquiridos de estabelecimento sem licença da autoridade sanitária competente, contrabando e adulteração de sinal identificador de veículo.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias