ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 23º

Interior

Jovens são presos pela morte de vendedor após pneu do carro furar na fuga

Viviane Oliveira | 03/12/2013 07:14
Os dois foram presos ontem no Jardim Água Boa. (Foto: Osvaldo Duarte)
Os dois foram presos ontem no Jardim Água Boa. (Foto: Osvaldo Duarte)

Junior Silva dos Santos, 18 anos, e Jackson Willian Matias das Chagas, 20, foram detidos acusados de participação na morte do vendedor de roupas, Gelson Albuquerque Macena, 43, encontrado morto na manhã desta segunda-feira (2) no Sitioca Campo Belo,em Dourados. Os dois foram presos no jardim Água Boa.

Outro acusado de participação no crime, Márcio Henrique Greci, 19, ainda não foi localizado, mas a prisão preventiva já foi decretada.

De acordo com depoimento dos autores do crime, eles estavam junto com a vítima na casa de Márcio, quando em circunstâncias que serão apuradas pela Polícia, eles começaram a discutir e os três mataram o vendedor a facadas.

Após o crime, o trio colocou o corpo de Gelson no carro e desovaram próximo ao sitioca. À Polícia, eles disseram que o fogo foi acidental após se desfazerem de um ponta de cigarro.

Em seguida fugiram, quando próximo ao Distrito de Nova América o pneu do carro furou e eles deixaram o veículo com o proprietário de uma borracharia e voltaram para Dourados em um táxi.

O caso - O vendedor de roupas Gelson, que estava desaparecido há dois dias, foi morto a facadas. O corpo foi encontrado no final da manhã de ontem (2).

Segundo o Dourados News, o corpo estava parcialmente carbonizado. Ele tinha marcas de três facadas no corpo, sendo uma no peito, outra na mão e outra no pescoço.

Nos siga no Google Notícias