A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 23 de Setembro de 2017

01/07/2011 16:23

Juiz determina volta para Dourados de policial federal que matou PM

Marta Ferreira

O juiz Tadashi Kuramoto, substituto da 3ª Vara Criminal de Dourados, determinou hoje que o policial federal Lenardo de Lima Pacheco, de 38 anos, que matou um policial militar e feriu outro no dia 8 de maio, volte para Dourados após o dia 13 de julho, quando termina o prazo para o tratamento médico que o agente foi fazer em Belo Horizonte (MG). A decisão do magistrado foi em resposta ao pedido de autorização feito pela defesa de Leonardo para que ele permanecesse por mais de 8 dias na cidade onde vive a esposa, o filho e os pais.

O despacho veio só agora, apesar de o pedido ter sido feito logo após Leonardo ter obtido a liberdade provisória, na semana seguinte ao crime.

O policial alegou que precisava ir para Minas Gerais para se tratar do ferimento a bela que sofreu durante a confusão que resultou na morte do policial Sandro Morel e no baleamento do também PM José Pereira.

O Ministério Público Estadual manifestou-se contrário ao afastamento do policial de Dourados, alegando que a recuperação poderia ser feita na cidade. Para o promotor do caso, Elcio D´Angelo, não fazia sentido Leonardo pedir para ficar próximo da família, uma vez que já vivia longe deles antes do episódio.

O agente está em Belo Horizonte desde o dia 18 de maio, conforme bilhete anexado ao processo. No despacho de hoje, o juiz autorizou a permanência dele na cidade até 13 julho, mas salientou que ele depois disso, ele deve retornar para Mato Grosso do Sul.

Permanecer na cidade durante o andamento do processo foi uma das condições impostas no despacho que concedeu a liberdade provisória,assinado por outro magistrado, Adriano da Rosa Bastos.

A Polícia Federal, em ofício anexado ao processo, afirmou que considera insegura a presença de Leonardo na cidade, mas o juiz que despachou decidiu que ele deve ficar na cidade.




Promotor pensa que é DEUS, JUIZ TEM CERTEZA.
 
Ricardo de Jesus em 01/07/2011 10:46:03
Promotor requer à Justiça que agente que matou PM volte para Dourados
O promotor Elcio D´Angelo requisitou à Justiça, em Dourados, que seja determinado o retorno à cidade do agente da Polícia Federal Leonardo de Lima Pa...
Um morre e outro fica ferido durante emboscada em Dourados
Um jovem foi morto nessa madrugada (23) e outro ficou ferido depois de serem atingidos por disparos de arma fogo no centro de Dourados – a 233 km de ...
Dono de boca de fumo diz vender drogas para fazer festa de 1 ano da filha
Geovany Espinosa Nunes, 23 anos, foi preso no fim da noite de sexta-feira (22) suspeito de comandar uma boca de fumo em Antônio João, a 279 quilômetr...
UEMS abre 650 vagas em três cursos de graduação a distância
A UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), por meio da Diretoria de Educação a Distância, abriu 650 vagas para os cursos de graduação em A...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions