A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019

11/09/2019 13:45

Médico paulista é pego com 50 quilos de pescado ilegal

Ele alegou que pesca foi feita no estado de Mato Grosso

Tainá Jara
Pescado estava dividido em duas bolsa térmicas (Foto: Divulgação/PMA)Pescado estava dividido em duas bolsa térmicas (Foto: Divulgação/PMA)

Médico de 27 anos foi flagrado com 50 quilos de pescado ilegal pela PMA (Polícia Militar Ambiental) na noite desta terça-feira, no entroncamento das rodovias BR-359 com a MS-135, próximo ao município de Costa Rica, distante 310 quilômetros de Campo Grande. Ele terá de pagar multa de R$ 1,7 mil.

Durante abordagem ao veículo Toyota Hillux pertencente ao infrator, os Policiais apreenderam 50 kg de pescado, que eram transportados sem a licença ambiental e sem a GCP (Guia de Controle de Pescado).

O médico apresentou uma bolsa térmica contendo cerca de 15 quilos de peixes e afirmou realizou a pesca no estado de Mato Grosso, porém, não apresentou nenhuma comprovação. Em vistoria no veículo, os policiais encontram outra bolsa térmica com aproximadamente 35 quilos de pescado.

As bolsas com os peixes foram apreendidas. Os policiais efetuaram auto de infração administrativo e aplicaram multa no valor de R$ 1,7 mil contra o autuado, residente em Jaborandi (SP). Os peixes serão doados para instituições filantrópicas.

A falta de vistoria e lacre não se caracteriza crime, mas é infração administrativa, com previsão de multa e apreensão do produto da pesca. A multa é de R$ 700,00 a R$ 100.000,00, com mais R$ 20,00 por cada quilo do pescado ilegal.



R$ 20,00 por cada quilo do pescado ilegal?? Nem em peixaria se encontra peixe por R$ 20,00 Kg. Tem que aumentar o valor dessa multa, só pesando no bolso irá diminuir o índice de pesca predatória.
 
Municipe em 11/09/2019 16:13:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions