A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 23 de Março de 2017

23/03/2011 08:38

MPE instaura inquérito para apurar deficiências na saúde pública de Dourados

Paula Vitorino

Promotor de Justiça defende ideia de organização administrativa para otimizar a Saúde. (Foto: Dourados Agora)Promotor de Justiça defende ideia de organização administrativa para otimizar a Saúde. (Foto: Dourados Agora)

O MPE (Ministério Público Estadual) instaurou inquérito civil para apurar deficiências na saúde pública de Dourados. De acordo com o promotor de Justiça, Ricardo de Melo Alves, o objetivo é identificar os problemas crônicos da saúde, como a falta de medicamentos, de leitos e de médicos, e buscar uma solução para isto.

A investigação, já em curso, deve terminar em 90 dias. Após o período, o MPE pretende firmar um termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a prefeitura de Dourados e Estado para garantir atendimento à população.

A maior reclamação entre os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) continua sendo a falta de medicamento para idosos, segundo o MPE.

De acordo com o promotor, mais de 100 procedimentos na saúde e cidadania já foram instaurados pelo órgão. Entre eles, a falta de medicamentos seguida pelo estoque de medicamentos vencidos que estavam na secretaria de saúde no final do ano passado.

“O caos na saúde é um problema que acontece em todo o país, e que em Dourados acabou sendo maximizado em função dos problemas administrativos que passou nos últimos anos”, constata.

Ricardo de Melo também diz que muita coisa deve ser levada em conta para se resolver a questão, e a primeira delas é o investimento do poder público.

Através do inquérito civil será possível identificar, por exemplo, o número de leitos em Dourados e qual é a demanda suficiente para atender a população com qualidade.

O promotor diz que o MPE está de portas abertas para receber qualquer cidadão que se sinta prejudicado com o atendimento da saúde. “Através da Promotoria podemos fazer valer os seus direitos”, disse.

Problemas – A reportagem do Dourados Agora apurou nesta semana que os aparelhos de Raio-X, tanto do Pronto Atendimento Médico como o do Hospital Universitário, estavam quebrados.

A Secretaria de Saúde informou que a prefeitura já está em fase licitatória e de contrato com a empresa que fará os trabalhos de manutenção no equipamento para o PAM e que a expectativa é de que até sexta-feira o aparelho volte a funcionar.

A informação é de que o aparelho do PAM teria ficado pelo menos 30 dias com defeito. No Hospital Universitário, a secretaria recebeu a informação que o problema já foi solucionado e que ainda hoje o aparelho poderá ser utilizado.

Em setembro do ano passado relatório da Policia Federal denunciou que se por um lado a saúde estava precária, por outro, servia como esquema para desvio de dinheiro público. Conforme denúncia, o então prefeito Ari Artuzi exigia, por mês, um repasse de R$ 50 mil das empresas que prestavam serviços à prefeitura.

Artifício usado para o desvio seria o uso de notas frias para “calçar” os pagamentos. O dinheiro seria usado para pagar propina aos vereadores que davam apoio a Artuzi na Câmara.

Resposta – Procurada pela reportagem do Dourados Agora, a secretária de Saúde, Silvia Bosso, disse que está fazendo um levantamento minucioso das dificuldades em cada setor da saúde, da atenção básica até a hospitalar.

“Identificamos a falta de diversos insumos que prejudicam o atendimento da população, por exemplo, medicamentos e materiais de consumo das unidades de saúde”, disse. Apesar dos problemas, Silvia garante que algumas medidas já estão sendo tomadas para resolver o problema.

(Com informações do Site Dourados Agora)

Traficante invade terreno e abandona carro com 407 quilos de maconha
Traficante entrou no lote da Fetagri (Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Mato Grosso do Sul) e abandonou carro carregado com qua...
Vítima de latrocínio, sitiante é morto a golpes de facão e tem carro roubado
Euzébio Carneiro de Oliveira, 49, foi encontrado morto dentro de casa localizada no sítio onde morava, no assentamento Lagoa Grande. Ele foi morto co...
Jovem é surpreendido e morto em mercearia por homens em moto
Jean Carlos Muniz de Lima, 24, foi surpreendido por atiradores que chegaram em uma moto e morto a tiros em frente a uma mercearia. O crime aconteceu ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions