A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

09/09/2016 13:17

MS ainda tem 38 pontes destruídas pelas chuvas e R$ 33 mi em obras

Anny Malagolini
Ponte sobre o Rio Amambai, na MS-487, caiu no dia 2 de dezembro (Foto: Roney Minella)Ponte sobre o Rio Amambai, na MS-487, caiu no dia 2 de dezembro (Foto: Roney Minella)

Grande parte dos prejuízos causados pela chuvas que atingiram Mato Grosso do Sul, destruindo pontes e rodovias - entre o fim do ano passado e maio deste ano -, ainda não foram recuperados. Até agora, apenas duas obras foram concluídas e há 38 pontes em processo de licitação.

A primeira obra concluída pelo governo estadual, conforme informou a Seinfra (Secretaria de Estado de infraestrutura), foi a MS-180, no km 95 – entre os municípios de Iguatemi a Juti - O trecho ficou destruído durante as fortes chuvas que atingiram o extremo sul do Estado, e foi concluído em junho passado. Para executar a obra, a Agesul (Agencia Estadual de Gestão de Empreendimentos) dispensou licitação e realizou uma contratação emergência de R$ 433,5 mil.

A outra conclusão foi a da ponte localizada na MS-487 em Naviraí, e um dos principais acessos ao Estado do Paraná. O trecho desmoronou em novembro do ano passado, devido ao intenso volume de água do rio Amambaí, o que deu origem a duas crateras em sua extensão. O trânsito no local ficou bloqueado por nove meses, até a obra ser concluída em agosto. O investimento para a reconstrução passou de R$ 1,3 milhão.

Mas depois de nove meses, o Estado ainda tem 38 obras em processo de licitação – são mais de R$ 33,2 milhões para a reconstrução apenas de pontes. São 33 pontes municipais que ainda não tiveram suas obras iniciadas, e os investimentos somam aproximadamente R$ 25, 2 milhões. Já nas cinco pontes em rodoviais estaduais , serão investidos R$ 7,5 milhões.

MS ainda tem 38 pontes destruídas pelas chuvas e R$ 33 mi em obras

Atualmente há sete obras de pontes em rodovias em andamento - 4 estaduais e 3 municipais -, aproximadamente R$ 8,6 milhões. No começo desta semana, o governo estadual publicou também o início de execução de outras duas obras em pontes: Uma em Costa Rica e outra em Amambaí.

A ponte sobre o Rio Santo Antônio, na rodovia MS-382, que despencou em efeito dominó em janeiro deste ano, ainda está em fase de licitação. A estimativa do governo é de que o investimento para a sua reconstrução passe dos R$ 251,8 mil.

As obras devem ser realizadas nos municípios de Juti, Caarapó, Paranhos, Sete Quedas, Amambaí, Iguatemi, Tacuru, Bela Vista, Deodápolis, Novo Horizonte Sul, Coronel. Sapucaia, Dois Irmãos do Buriti, Japorã, Porto Murtinho, Rio Verde de Mato Grosso, Costa Rica, Japorã, Rio Brilhante, Guia Lopes da Laguna, Rio Brilhante e Jateí.

Situação de emergência - O secretário de infraestrutura Marcelo Miglioli, explicou que devido a gravidade dos danos, o governo abriu mão da contratação de licitação para a execução, conforme é previsto em casos de situação de emergência.

Isso porque, segundo ele, não seria possível apenas reparar as pontes de madeiras que cederam com a chuva, e a opção foi reconstruir os trechos com estruturas de concreto armado, ao invés da madeira. “Já planejando os custos de manutenção futura, ou mesmo danos que poderiam ocorrer com novas chuvas que cada vez mais vem impactando as manutenções viárias. Como também é de conhecimento pontes executadas anteriormente em caráter emergencial vem sendo questionadas, técnica e qualitativamente”.

Ainda conforme explicou o secretário, em razão do elevado número de pontes afetadas pelo execesso de chuva, não seria possível a execução de projetos em um tempo considerável (menor que 30 dias), único modo de viabilizar as contratações das obras em caráter emergencial.

Até fevereiro deste ano, havia 38 cidades em situação de emergência; 22 reconhecidas pelo governo federal. A Casa Civil informou que ainda há seis cidades em situação de emergência devido aos prejuízos causados pelo excesso de água: Sidrolândia, Iguatemi, Tacuru, Amambaí, Paranhos, Eldorado e Japorã.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions