ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  06    CAMPO GRANDE 22º

Interior

Município boliviano faz rastreamento domiciliar para identificar casos de covid

Puerto Quijarro entrou em bloqueio total nesta terça-feira e médicos vão de porta em porta das residências

Por Gabriel Neris | 30/06/2020 20:29
Equipe de profissionais entrevista moradores (Foto: Diário Corumbaense)
Equipe de profissionais entrevista moradores (Foto: Diário Corumbaense)

Puerto Quijarro, município boliviano que faz divisa com Corumbá, distantes 419 km de Campo Grande, entrou em “lockdown” na madrugada desta terça-feira (30) e iniciou rastreamento domiciliar para identificar casos de covid.

De acordo com o Diário Corumbaense, o decreto que prevê o bloqueio total é válido até a próxima quinta-feira (2).

Estão proibidas qualquer atividade pública ou privada e a circulação de pessoas nas ruas. Estão autorizadas somente profissionais de saúde, policiais, Forças Armadas e integrantes das áreas de emergência e logística do município. O tráfego de veículos também foi suspenso.

As medidas fazem parte de ação de combate mais eficaz, somadas as atividades de 20 médicos que saíram de La Paz para fazer o rastreamento de famílias com suspeitas da doença.

Além de Puerto Quijarro, Puerto Suárez e El Carmen também receberão a visita dos profissionais de saúde. “Nosso objetivo é sair às ruas de casa em casa para identificar pacientes sintomáticos e assintomáticos de covid-19 que ainda não foram em busca de atendimento médico”, disse ao Diário Corumbaense o gerente da Rede de Saúde, Edgar Hinojosa.

As equipes são acompanhadas de militares e três ambulâncias percorrem as ruas da cidade. O rastreio feito de porta em porta identificou 26 mil casos suspeitos em Santa Cruz de La Sierra.