ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  26    CAMPO GRANDE 33º

Interior

Novo túnel é encontrado em presídio de onde fugiram 75 presos em janeiro

O novo túnel descoberto teria sido feito pelos internos da cela 27 do Pavilhão A Alta do presídio

Por Adriano Fernandes e Helio de Freitas | 13/08/2020 21:00
Túnel estava sendo escavada sob o vaso sanitário da cela. (Foto: Ultima Hora)
Túnel estava sendo escavada sob o vaso sanitário da cela. (Foto: Ultima Hora)

A administração da Penitenciária de Pedro Juan Caballero, descobriu nesta quinta-feira (13) a existência de mais um túnel que seria usado para a fuga de prisioneiros. Em janeiro deste ano 75 detentos do pavilhão B - que era destinado a integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital) - conseguiram fugir do presídio desta mesma maneira.

Túnel passaria sob o baso sanitário de uma das celas. (Foto: Ultima Hora) 
Túnel passaria sob o baso sanitário de uma das celas. (Foto: Ultima Hora)

O novo túnel descoberto teria sido feito pelos internos da cela 27 do Pavilhão A Alta do presídio.  Para que os agentes não desconfiassem da situação a estrutura estava sendo escavada a partir do vaso sanitário da cela. “Eles estavam começando a cavar um túnel de grande magnitude, segundo o que os carcereiros do presídio disseram”, comentou a promotora Camila Rojas ao site Ultima Hora.

O túnel também passaria pela cela 14 do Pavilhão A “Baja” de onde também escapariam outros presos. Ao saberem da nova tentativa de fuga, um promotor do Ministério Público e um grupo de agentes da polícia paraguaia foram encaminhados para fazerem uma vistoria no presídio, durante esta noite.

Há cerca de 15 dias, os agentes também fizeram buscas na unidade prisional após também ouvirem boatos de outra fuga em massa. Pedro Juan é localizada na linha de fronteira entre o Paraguai e o Brasil, ao lado de Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande.

Em janeiro – A fuga em massa do presídio ocorreu na madrugada do dia 19 de janeiro deste ano. Os presos, escavaram o túnel e conseguiram, praticamente, esvaziar o pavilhão B, destinado aos presos da facção criminosa. Pelo menos 13 detentos foram capturados, mas o restante ainda continua foragido.

Regras de comentário