ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  20    CAMPO GRANDE 39º

Interior

“Olha a cara dela de faceira”, ouviu vítima de 13 anos estuprada por 2

Caso aconteceu no dia 24 de janeiro deste ano, no município, distante 163 quilômetros de Campo Grande

Por Viviane Oliveira | 30/04/2021 12:14
Caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil do município (Foto: Google Street View) 
Caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil do município (Foto: Google Street View)

Além de ser colocada à força dentro do carro e ter as mãos amarradas, adolescente de 13 anos ainda teve que ouvir enquanto era estuprada por dois homens: “Olha a cara dela de faceira”. Os acusados, Gustavo de Souza Marques, 24 anos, e Érico Vargas Pacheco, 27 anos, estão presos. O caso aconteceu no dia 24 de janeiro deste ano, em Rio Brilhante, distante 163 quilômetros de Campo Grande.

A prisão preventiva deles foi confirmada nesta semana pela Justiça. Segunda a denúncia, no dia do crime, os dois homens passaram o dia consumindo cerveja e vodca na casa de uma parente de Gustavo. No fim da tarde, saíram em um Gol, de cor cinza, que pertencia a Érico para buscar mais bebida alcoólica.

No caminho de volta, depararam com a vítima, seguindo a pé pela rua. Eles, então, a seguiram por algumas quadras, até nas proximidades de uma escola estadual localizada na área central do município. Foi quando Gustavo desceu, avançou contra a adolescente e forçou a entrada dela no carro, mandando que ela ficasse calada e não fizesse nada. Com a garota dominada, os denunciados rodaram a cidade por algum tempo e pararam em um lugar ermo.

Ainda conforme o documento, Gustavo amarrou as mãos da vítima, tirou a roupa dela e disse: "você é muito linda. Você é virgem, quero fazer sexo com você. Você é muito atraente". A vítima chorava bastante e implorava para os denunciados pararem, mas eles ignoraram as súplicas. Érico, de acordo com a denúncia, ainda disse: "Olha, ela está gostando, olha a cara dela de faceira". A adolescente foi estuprada pelos dois homens.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário