ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  03    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Operação Pátio Zero remove quase mil veículos apreendidos na fronteira

Foram retirados 853 motos e 135 carros que estavam encostados no pátio do Detran-MS em Corumbá

Por Gabriel Neris | 06/07/2020 15:51
Pátio está praticamente "zerado" após operação do Detran-MS (Foto: Divulgação)
Pátio está praticamente "zerado" após operação do Detran-MS (Foto: Divulgação)

A Operação Pátio Zero do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito) removeu quase mil veículos que estavam apreendidos no pátio do órgão, em Corumbá, a 419 km de Campo Grande.

De acordo com a gerente da agência de Corumbá, Laura Cavassa, foram retirados 853 motos e 135 carros, todos levados para a terceirizada onde serão preparados para leilão.

A Operação Pátio Zero tem como meta limpar os pátios das unidades de todo o Estado.

 “Estamos há mais de três meses com força total, não só Detran, mas leiloeiros e empresas de remoção, nesse projeto Pátio Zero. Foi uma solicitação do governador Reinaldo Azambuja porque isso, além de melhorar o aspecto dos nossos pátios e agências, reduz uma série de vetores como dengue e outras doenças que podem ser transmitidas em função do acúmulo de veículos”, aponta o diretor-presidente do Detran-MS, Rudel Trindade.

Pátio estava lotado de motocicletas (Foto: Divulgação)
Pátio estava lotado de motocicletas (Foto: Divulgação)

A estimativa de Rudel é de que haviam pelo menos 40 mil veículos apreendidos em todo o Estado. “Nesse período de três meses já conseguimos remover ou leiloar entre 15 e 18 mil veículos”, afirmou.

Ele também comemorou o trabalho realizado em Corumbá, onde classifica a região como “peculiar”. “São muitos veículos apreendidos que vinham da Bolívia e a dificuldade de regularizar para leilão é muito grande. Corumbá e Dourados são cidades com sérios problemas em função da quantidade e tempo de apreensão dos veículos. Por isso pegamos firme em Corumbá e felizmente estamos praticamente zerando o pátio, a despeito de todas as dificuldades burocráticas”, finalizou.

A previsão é de que nos próximos 15 dias uma nova grande remoção seja feita na sede da unidade. A expectativa é a retirada de pelo menos 2 mil veículos, a maioria motocicletas.