ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUARTA  08    CAMPO GRANDE 22º

Interior

Operação prende 6 brasileiros por chacina na fronteira

Ontem à noite, caminhonete que pode ter sido usada na chacina foi encontrada em chamas

Por Viviane Oliveira e Helio de Freitas | 11/10/2021 07:19
Casa onde os seis brasileiros suspeitos de participação na chacina foram presos nesta manhã. (Foto: Última Hora)
Casa onde os seis brasileiros suspeitos de participação na chacina foram presos nesta manhã. (Foto: Última Hora)

Operação realizada na manhã desta segunda-feira (11), em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, cidade vizinha a Ponta Porã, prendeu seis brasileiros por suspeita de participação na chacina com quatro mortos, ocorrida na madrugada de sábado (9). Durante a ação, três veículos foram apreendidos.

Segundo o comissário César Silguero, diretor de Investigação, a operação foi realizada devido à informação de que um dos carros que deu apoio aos pistoleiros no ataque estava escondido no local. As prisões aconteceram em casa localizada em área afastada do centro da cidade, na Vila Estefan.

Ontem à noite, uma caminhonete cabine dupla, que pode ter sido usada pelos criminosos, foi encontrada em chamas na região de fronteira. O veículo foi totalmente destruído pelo fogo.

Caminhonete que pode ter sido usada no crime foi encontrada em chamas ontem à noite. (Foto: Direto Das Ruas
Caminhonete que pode ter sido usada no crime foi encontrada em chamas ontem à noite. (Foto: Direto Das Ruas

Chacina - Quatro pessoas foram assassinadas na saída de uma casa noturna na cidade de Pedro Juan Caballero, por volta das 6h30 de sábado. As vítimas são: Rhannye Jamilly Borges de Oliveira, de 18 anos; Haylee Carolina Acevedo Yunis, de 21 anos, filha de Ronald Acevedo, governador de Amambay, no Paraguai: Osmar Vicente Álvarez Grance, de 29 anos, conhecido como "Bebeto"; e a douradense Kaline Reinoso de Oliveira, de 22 anos.

Um rapaz e outra mulher ficaram feridos. Osmar seria o alvo dos pistoleiros. Segundo a polícia paraguaia, apesar de não possuir antecedentes criminais, ele era suspeito de ligação com o narcotráfico. Osmar e Haylee eram namorados.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário