A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Outubro de 2019

20/12/2018 09:37

Operação resgata 12 adolescentes em bares e pontos de exploração sexual

O trabalho, planejado durante seis meses, foi dividido em duas fases: preventiva e repressiva

Viviane Oliveira
Equipes policiais durante operação que terminou com dez presos  (Foto: divulgação/Polícia Civil) Equipes policiais durante operação que terminou com dez presos (Foto: divulgação/Polícia Civil)

Operação Afrodite, deflagrada pela Polícia Civil nesta semana e divulgada hoje, resgatou 12 adolescentes, cinco deles vítimas de abusos sexuais. No total, dez pessoas foram presas durante a ação que contou com dados obtidos pelas equipes de investigação da 1ª Delegacia e da Dam (Delegacia de Atendimento à Mulher). Por envolver crianças e adolescentes, os nomes dos envolvidos são preservados por imposição do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

A operação, planejada durante seis meses, foi dividida em duas fases: preventiva com a entrega de panfletos para a população e orientação sobre crimes que atingem crianças e adolescentes. Já a outra fase foi de caráter repressivo. Na ocasião, foram vistoriados pontos de exploração sexual infantil, de venda de bebida alcoólica a criança e adolescentes, de tráfico de droga, de estabelecimentos com som alto e estupro de vulnerável. 

Prisão – Dois foram presos por estupro de vulnerável, três por fornecer bebida alcoólicas a crianças e adolescentes, um por perturbação de tranquilidade, um por dirigir veículo sem habilitação, um por tráfico de droga, um por mandado de prisão também por tráfico de drogas, um por mandado de prisão por furto. Também foi esclarecido um caso de estupro de vulnerável com autor foragido. Polícia faz buscas para encontrá-lo.

Foram retirados de situação de vulnerabilidade 12 adolescentes, sendo que cinco deles sofriam abusos sexuais. Três adolescentes de 14 encontrados sob efeito de álcool foram levados para o hospital da cidade. A Polícia Civil da cidade pede que a população denuncie casas de violência envolvendo crianças e adolescentes para o número 67 3241-2876 / 3241-1172 ou pelo WhatsApp 9 9987-9068. O sigilo e anonimato são garantidos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions