A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2017

31/10/2013 09:04

Operário morre esmagado após ser atropelado por colega em obra de asfalto

Luciana Brazil

Um homem de 51 anos morreu na tarde de ontem (30), na rodovia MS- 180, depois de ser atropelado por um caminhão que era dirigido por um colega da trabalho. De acordo com o site Ta na Mídia, o acidente aconteceu entre Iguatemi e Juti, próximo a fazenda Água Clara.

Aparecido Oliveira Amorim foi atropelado enquanto trabalhava na pavimentação da pista. O colega que dirigia o caminhão deu marcha-ré no veículo e não viu que Aparecido e mais um funcionário da empresa, Cava Terraplanagem, estavam atrás. 

O colega que estava na pista, junto de Aparecido, sentiu o caminhão se aproximando e conseguiu sair rapidamente. Aparecido não teve tempo de correr, foi atropelado e teve a cabeça esmagada.

O motorista do caminhão entrou em desespero quando percebeu o acidente. Ele precisou ser amparado pelos colegas de trabalho e foi levado para Santa casa de Naviraí.

O caso foi registrado como homicídio culposo, quando não há intenção de matar. O caminhão foi levado para delegacia de Iguatemi. A Polícia Civil de Iguatemi esteve no local.

Sete presos são flagrados tentando fugir de delegacia serrando grades
Sete presos foram flagrados serrando as grades de uma delegacia por um investigador que estava de plantão. O caso aconteceu às 15h30 de ontem (26) em...
Menino de 8 anos fica ferido ao ser atingido por tiro de espingarda
Um menino de oito anos ficou ferido ao ser atingido por um tiro de espingarda na perna direita. A arma seria do pai da criança e o caso aconteceu na ...



Um é acidente, mas são vários, esse é o segundo em menos de um mês, tem alguma coisa errada nestas obras, o pacotão do MS Forte II vai custar mais do que o governador imaginava, tem que ter fiscalização, dúvido que tenha algum técnico em segurança do trabalho em qualquer uma destas obras, se tiver já tá preso, pois se há um técnico a responsabilidade sobre toda a segurança recai sobre ele e o engenheiro responsável, aliás, será que o engenheiro responsável já foi acionado pela justiça?
 
maximiliano nahas em 31/10/2013 12:53:07
Fatalidade. não houveram culpados... que Deus possa confortar a familia desse guerreiro que se foi.
 
Fernando acosta em 31/10/2013 12:15:27
isso é falta de cobrar das empresas um trabalho bem feito para não precisar ficar fazendo remendos nos asfaltos, pois nosso estado esta em situação lastimável em se tratando de rodovias e vias publicas .
 
elizabete aparecida em 31/10/2013 10:56:10
Será que o Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul já observou quantos trabalhadores em obras de pavimentação ou recapeamento de rodovias morreram ultimamente em acidentes parecidos ?
 
avelino neto em 31/10/2013 09:51:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions