ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  09    CAMPO GRANDE 13º

Interior

Padrasto que estuprava criança é condenado a 20 anos de prisão

Homem beijava corpo da criança e a obrigava a fazer sexo oral

Por Mirian Machado | 06/07/2022 14:16
Cidade, Aparecida do Taboado, onde homem estuprou enteada. (Divulgação)
Cidade, Aparecida do Taboado, onde homem estuprou enteada. (Divulgação)

Um homem, de 40 anos, foi condenado a 20 anos de prisão por estuprar, por diversas vezes, a enteada de 8 anos. O crime aconteceu entre os anos de 2016 e 2019 em Aparecida do Taboado, a 481 km de Campo Grande. Ele ainda foi condenado a pagar R$ 30 mil de indenização.

A sentença foi dada no inicio do mês. Ele deverá ficar preso em regime fechado, sem direito de recorrer em liberdade.

Segundo consta, o homem acariciava a vítima e a beijava o corpo, incluindo as partes íntimas, além de esfregar o pênis nas nádegas e vagina. Ele ainda forçava a criança a fazer sexo oral nele.

Ele se aproveitava da menina, quando a mãe dela saia para trabalhar. Mostrava vídeos pornográficos e praticava o crime. Tempos depois ele tentou conjunção carnal.

Não foi informado como o caso veio a tona, porém o padrasto foi preso e condenado a 20 anos em regime fechado.

Nos siga no Google Notícias