A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Outubro de 2019

20/09/2019 11:01

Pai de rapaz que matou filho afogado em bacia foi condenado por estupro

Homem foi condenado a mais de 10 anos de prisão pelo crime

Kerolyn Araújo e Clayton Neves
Pai de rapaz que matou filho afogado foi preso por estupro. (Foto: Reprodução/JNE)Pai de rapaz que matou filho afogado foi preso por estupro. (Foto: Reprodução/JNE)

Evaldo Zenteno, 51 anos, pai de Evaldo Christyan Dias Zenteno, 21 anos, que matou o filho de 2 anos na tarde de ontem (19) afogado em uma bacia no bairro Aero Rancho, em Campo Grande, foi condenado a mais de 10 anos de prisão por estupro de vulnerável contra uma menina de 9 anos. O crime ocorreu em 2017 na cidade de Aquidauana, distante a 135 quilômetros de Campo Grande.

Consta no processo que o pai do jovem foi preso no dia 4 de junho de 2017, após ser flagrado abusando de uma criança de 9 anos, vizinha do autor. Segundo a denúncia, ele atraía a vítima para casa e, pela janela, obrigava a menina a fazer sexo oral. Evaldo deixava um caixote do lado de fora da janela para que a criança subisse e ele não precisasse sair de dentro do imóvel.

De acordo com a polícia, a vítima contou que ganhava chocolate do homem quando os abusos ocorriam. Na casa dele foram encontradas calcinhas e o boletim escolar da vítima, além de preservativos.

No guarda-roupa do homem haviam vários adesivos de personagens da literatura infantil que, segundo a polícia, eram utilizados também como estratégia para consumar os abusos.

Além da criança de 9 anos, o homem também foi apontado como suspeito de abusar da irmã dela, de 6 anos. A segunda denúncia não foi comprovada e Evaldo absolvido.

Pelo estupro da menina de 9 anos, o homem foi condenado a 10 anos e 10 meses de prisão.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions