A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 21 de Setembro de 2017

26/07/2017 15:51

Para ganhar R$ 50 mil, motorista levava maconha em carga de soja

Morador de Dourados foi preso hoje pela PRF no distrito de Sanga Puitã; droga estava sendo levada para o interior de São Paulo

Helio de Freitas, de Dourados
Fardos de maconha estavam escondidos em carga de soja (Foto: Adilson Domingos)Fardos de maconha estavam escondidos em carga de soja (Foto: Adilson Domingos)

O caminhoneiro Ronaldo Cavalcante de Menezes, 32, morador em Dourados, foi preso na tarde de hoje (26) com um grande carregamento de maconha escondido em uma carga de soja a granel. A apreensão foi feita por policiais rodoviários federais na BR-463, no distrito de Sanga Puitã, em Ponta Porã.

De acordo com o inspetor-chefe da Polícia Rodoviária Federal em Dourados, Waldir Brasil Junior, a droga foi descoberta após investigação do serviço de inteligência da corporação. A apreensão faz parte da Operação Égide Fronteiras, iniciada neste mês pela PRF em Mato Grosso do Sul e Paraná.

A carreta está sendo descarregada para a droga ser pesada, por isso a PRF não fez estimativa da quantidade de maconha apreendida. Uma mulher de 20 anos que viajava com o caminhoneiro também foi detida e os dois levados para a delegacia da Polícia Federal em Ponta Porã.

Parado na estrada – Logo que saiu de Ponta Porã com a carga, a carreta apresentou problema e Ronaldo de Menezes foi obrigado a parar na estrada para esperar o mecânico. Assim que retomou a viagem ele foi abordado pelos policiais.

Perguntado sobre a carga, Ronaldo apresentou duas notas fiscais de 30 toneladas de soja a granel. Entretanto, os policiais desconfiaram e quando verificaram a carroceria encontraram os fardos de maconha, como mostra vídeo abaixo. O caminhão-trator Scania R124 tem placa de Dourados.

O motorista contou aos policiais que pegou a droga em Ponta Porã, perto do território paraguaio, e levaria até o interior de São Paulo, onde receberia R$ 50 mil pelo transporte da maconha.

Segundo a PRF, as notas fiscais indicam que os grãos foram carregados em Ponta Porã e tinham como destino a cidade de Guarujá (SP).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions