A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Setembro de 2019

27/08/2019 09:43

Paraguai apreende 380 quilos de cocaína a 10 km do território brasileiro

Droga foi encontrada em pista clandestina; hoje de madrugada dois suspeitos foram presos em Pedro Juan Caballero

Helio de Freitas, de Dourados
Agente da Senad tira foto de um dos suspeitos presos hoje de madrugada em Pedro Juan Caballero (Foto: Divulgação)Agente da Senad tira foto de um dos suspeitos presos hoje de madrugada em Pedro Juan Caballero (Foto: Divulgação)

Pelo menos 380 quilos de cocaína foram apreendidos na tarde de ontem em uma pista clandestina nos arredores do distrito de Sargento José Félix López, no Departamento de Concepción, no Paraguai. O local fica a 10 km de Pedro Juan Caballero, cidade vizinha de Ponta Porã (MS).

A apreensão foi feita pela Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) como parte de investigação que durava um ano. A cocaína foi interceptada com apoio de helicóptero no momento em que o pequeno avião dos traficantes pousou na pista clandestina, trazendo a droga da Bolívia.

Motoristas de caminhonetes que se preparavam para pegar a carga correram para o mato e conseguiram fugir. Na madrugada de hoje, a Senad fez buscas em pelo menos quatro endereços em Pedro Juan Caballero, onde vivem os chefes da quadrilha.

Os paraguaios Basilicio Cabrera Vera, 45, e Marcos Antonio Flores Esquível, 33, foram presos em casa. No momento em que os agentes da Senad chegaram à residência, Marcos atirou na direção da equipe com uma pistola calibre 9 milímetros, mas ninguém foi atingido. Além dessa arma, os agentes apreenderam um revólver e veículos.

A Senad procura o chefe da quadrilha, que já foi identificado. Ele é apontado como um dos “patrões” da droga na Linha Internacional formada por Pedro Juan Caballero e Ponta Porã.

De acordo com a Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai – grupo de elite financiado e treinado pela DEA norte-americana – a quadrilha desarticulada hoje é responsável pelas quase três toneladas de cocaína apreendidas nos últimos anos na fronteira.

Em fevereiro deste ano, a Senad apreendeu 2.199 quilos de cocaína da quadrilha na região de Yby Yaú, a 100 km do território sul-mato-grossense. Aquela foi a maior apreensão de cocaína na história do Paraguai.

Tabletes de cocaína com embalagem personalizada, apreendidos ontem pela Senad (Foto: Divulgação)Tabletes de cocaína com embalagem personalizada, apreendidos ontem pela Senad (Foto: Divulgação)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions